Notícias

Microsoft anuncia compra da Skype por US$ 8,5 bilhões

de telefonia pela Internet Skype por US$ 8,5 bilhões, em uma operação desenhada para fazer a gigante do software reconquistar terreno perdido para rivais como o Google.

O interesse da Microsoft na deficitária Skype sinaliza a necessidade da companhia de conquistar novos usuários para o Windows e o Office. A Skype registra 145 milhões de usuários mensais e vem ganhando espaço entre pequenas empresas.

A Skype adiou planos para uma oferta pública inicial que poderia levantar US$ 1 bilhão. A empresa vinha buscando outras opções, incluindo alianças com Facebook e Google. Um acordo como esse tinha avaliado a Skype como valendo entre US$ 3 bilhões e US$ 4 bilhões.

Susana Bates/Reuters
Os presidentes da Microsoft, Steve Ballmer, (esq.) e da Skype, Tony Bates, se cumprimentam no anúncio do negócio
Os presidentes da Microsoft, Steve Ballmer, (esq.) e da Skype, Tony Bates, se cumprimentam no anúncio do negócio

A companhia sediada em Luxemburgo permite que os usuários façam chamadas telefônicas gratuitas e também dará à Microsoft um pé no terreno potencialmente lucrativo de videoconferência, conforme empresas buscam reduzir despesas por meio de alternativas de comunicação de baixo custo.

“Skype é um serviço fenomenal amado por milhões de pessoas pelo mundo. Juntos, vamos criar o futuro da comunicação em tempo real para que as pessoas possam se manter mais facilmente conectadas com família, amigos, clientes e colegas em todo o mundo”, afirmou o presidente da Microsoft, Steve Ballmer

O serviço da Skype poderá ser combinado com programas da Microsoft como Outlook para ter mais apelo entre usuários corporativos enquanto as comunicações por voz e vídeo poderiam ser vinculadas à plataforma de videogames Xbox, da produtora de software.

“Há muitas oportunidades para otimizar os serviços do Skype nos produtos da Mircrosoft”, disse Ballmer.

No longo prazo, a Skype dará a Microsoft outra rota para desenvolver sua presença no mercado de comunicação móvel, uma área em que a empresa vem colocando mais energia e recursos enquanto o uso do computador de mesa se mostra sob ameaça.

A Skype vai se tornar uma nova divisão de negócios dentro da Microsoft e será comandada pelo presidente-executivo da própria Skype, Tony Bates.

“A Microsoft e o Skype compartilham a visão de inovação de softwares e produtos para os consumidores. Juntos, conseguiremos acelerar os planos do Skype para estender nossa comunidade mundial e introduzir novos metódos de comunicação e colaboração entre as pessoas”, disse Bates.

ESTRATÉGICO

“É um ativo estratégico e a operação é um movimento defensivo”, disse o analista Colin Gillis, do BGC Financial. “Se eles puderem colocar no Windows 8, dará a eles uma vantagem. A Skype também os ajuda no mercado de tablets”, afirmou.

A compra da Skype é a maior aquisição feita pela Microsoft em seus 36 anos de história. A notícia da operação surgiu primeiro no blog de tecnologia GigaOM, na segunda-feira.

O valor de US$ 8,5 bilhões, que inclui dívida da Skype, é surpreendente. Apesar da soma não ser suficiente para apertar a Microsoft, alguns analistas afirmam que é um valor alto para uma companhia que já trocou de dono várias vezes durante um tempo relativamente curto de vida da Skype.

“Nesta atmosfera de bolha da internet 2.0, ficar com uma companhia online não lucrativa por um valor de cerca de 10 vezes suas vendas provavelmente pode parecer barato’, disse Michael Clendenin, diretor da empresa de consultoria RedTech Advisors.

“Mas se você considerar que a Skype foi avaliada em cerca de US$ 2,5 bilhões 18 meses atrás quando uma participação foi vendida, então os US$ 8,5 bilhões parecem generosos e significa que a Microsoft terá um muro alto para escalar de modo a provar aos investidores que a Skype é um item necessário para a estratégia online e móvel da companhia”, acrescentou.

A Skype, criada em 2003, foi comprada pelo eBay em 2005 por US$ 3,1 bilhões. No ano passado, a empresa registrou receita de US$ 860 milhões, mas a companhia sofreu um prejuízo líquido de US$ 7 milhões, segundo dados publicados pela companhia em documentos encaminhados em seu processo de oferta pública inicial.

Em 2009, o eBay vendeu uma participação majoritária na Skype para um grupo de investidores que incluiu Silver Lake, fundo de pensão do Canadá e Andreessen Horowitz, por US$ 1,9 bilhão em dinheiro e US$ 125 milhões em títulos. O eBay reteve cerca de um terço da empresa.

Fonte: Folha de SP

 

Próximos Eventos