Destaques

MEC divulga novas regras do Enem 2018

O estudante que teve isenção no ENEM 2017 e não compareceu à prova terá que justificar a ausência ou pagar a inscrição do ENEM 2018, que esse ano será de R$ 82,00.

Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o custo para o Estado com pessoas que pediram isenção e não compareceram a prova nos últimos cinco anos, gerou um gasto de mais de R$ 900 milhões. Apesar de a justificativa de ausência já ser obrigatória antes, ela não estava diretamente ligada a concessão de isenção do ano seguinte. A partir de agora, só serão aceitas justificativas que contenham atestado médico, documento judicial, certidão pública ou boletim de ocorrência que comprove e justifique a ausência.

Os critérios para isenção estão mantidos, sendo que agora o pedido deverá ser feito antes da inscrição do ENEM.

O prazo para pedido de isenção terá início em 02 de abril, junto com o prazo para justificativa de ausência no ENEM 2017. Tanto o pedido de isenção quanto a justificativa deverão ser feitas pela internet. E o candidato que tiver aceita a justificativa de ausência estará com a isenção garantida.

Para além dessa mudança, houve também alteração no tempo da prova de ciências da natureza e matemática. O candidato terá agora mais 30 minutos para fazer a prova.

Está mantida a aplicação do exame em dois finais de semana seguidos, com provas aos domingos.

A polêmica que envolveu os critérios de violação dos Direitos Humanos para a redação foi retirada do edital. Mas estão mantidas as orientações na cartilha do participante.

As inscrições deverão ser feitas por todos os candidatos, isentos ou não, do dia 07 a 18 de maio e o pagamento da taxa deverá ser feito até o dia 23 de maio.

As provas serão aplicadas nos dias 04 e 11 de novembro.

Clique no player abaixo e ouça o Repórter Nacional.

 

Ouça também no Repórter Nacional:

– Operação da Polícia Federal mira grupo especializado em fraudes bancárias pela internet em quatro estados

– Conselhão se reúne e deve apresentar propostas sobre segurança pública para Michel Temer

– Câmara aprova sistema de dados para combate à violência contra a mulher

Fonte: EBC

Próximos Eventos