Notícias

Ideias inovadoras são premiadas na Campus Party

Além de dinheiro, os projetos vencedores levaram registro de patentes, carta para investidores, convite para outras Campus Party e curso Empretec

Beth Matias

Bookmark and Share

Brasília – Um sistema de pagamento que integra o celular ao controle financeiro de estabelecimentos comerciais ou um aplicativo que integra conteúdo e informações de um evento, como agenda, palestrantes e localização em tempo real. Ficou interessado? Todas essas inovações estão muito próximas de chegar ao mercado consumidor. Elas venceram mais de 300 protótipos inscritos no concurso Campuseiros Inovam, Campuseiros Empreendem, durante a Campus Party, que acabou no último final de semana, em São Paulo.

O grande vencedor foi um projeto realizado por quatro alunos do 8° período da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), que levou o prêmio de R$ 100 mil, na categoria Campuseiros Inovam. Os universitários fizeram um programa que permite o pagamento de contas pelo celular. Além disso, eles receberão também um registro de patentes e convite para cinco Campus Party fora do Brasil.

Já na categoria Campuseiros Empreendem (projetos de internet e tecnologia em geral) a vencedora foi a Sieve, que produziu uma ferramenta para pequenos e médios comerciantes virtuais que acompanha a disponibilidade e os preços de qualquer produto, em qualquer loja na web, simultaneamente. Atualizado em tempo real, garante rapidez no monitoramento e 99% de confiabilidade aos dados extraídos. Ela levou um cheque de R$ 5 mil, da BizSpark, incubadora da Microsoft.

Em segundo e terceiro lugar ficaram, respectivamente, Mailee.me, plataforma web para envio de e-mail marketing, e o Pligus, projeto, realizado no Brasil, que permite compartilhar textos, mapas, gráficos, imagens e até um quadro virtual para realizar apresentações. Eles receberam cartas de recomendação para investidores.

Na categoria Campuseiros Empreendem (Mobile), o vencedor foi o Livesync, um aplicativo para celular que integra conteúdo e informações de um evento, como agenda, palestrantes e localização em tempo real. Ele pode ser gerido pela web, diminuindo o custo de impressão e logística. Ela também levou R$ 5 mil da BizSpark.

Em segundo, ficou o Pé 2, que desenvolveu um algoritmo capaz de reconhecer um objeto entre milhões de imagens em frações de segundo.A tecnologia permite identificar objetos em fotografias, por exemplo, tiradas com a câmera do celular. O Ippon ficou com o terceiro lugar propondo a divulgação de ofertas de último minuto, para aumentar a taxa de ocupação de serviços cujo prazo de validade esteja se esgotando.

Os criadores dos três melhores aplicativos móveis também ganharam uma vaga no seminário Empretec, um tablet, um smatphone e um modem 3G . O Empretec é uma metodologia desenvolvida pela ONU e implantada no Brasil pelo Sebrae.

Saiba como o Empretec mudou a vida de muita gente em http://empretec.sebrae.com.br

E se você tem dúvidas e quer saber mais os projetos de Inovação do Sebrae, clique em http://www.sebrae.com.br/customizado/desenvolvimento-territorial/politicas-de-apoio/acesso-a-tecnologia-e-a-inovacao

Fonte: Agência Sebrae 26/01/2011

Próximos Eventos