Notícias

Governo reforça uso de TI na defesa nacional

Mais do que nunca a Tecnologia da Informação ganha papel estratégico na proteção dos interesses de um país. No Brasil não é diferente. E no dia 04 de setembro, o Rio Info 2012 terá o tema à mesa no painel ‘Segurança Pública e demanda de TI na área de Defesa Nacional’, que acontecerá de 09hs às 17:30hs, com a participação programada do ministro da Defesa, Celso Amorim, na abertura dos trabalhos. A coordenação será de Luiz Alfredo Salomão.

Os debates vão tratar de temas relevantes para a defesa nacional. Isso porque hoje não há carro de combate, embarcação de guerra, aeronave de treinamento, vigilância ou de caça, ou sistema de armas mais complexo que não se apóie fortemente em software. Atividades como criptografia, planejamento, simulações, inteligência e logística militar também se baseiam em pesados sistemas que podem ter de rodar em supercomputadores.

Não se pode esquecer ainda que a guerra moderna é hoje fortemente apoiada em softwares sensíveis, na medida em que os ataques cibernéticos através da Web precedem os ataques com munição real, e a defesa cibernética é fundamental para a segurança de instalações críticas: usinas de energia, bancos, grandes indústrias, estações de tratamento de água e esgotos etc.

O painel contará com a participação de empresas interessadas em fornecer soluções de TI para a área. No ano passado, por exemplo, uma desenvolvedora nacional participou de uma licitação e foi contratada para a produção do antivírus nacional a ser utilizada pela Defesa, em substituição a um software espanhol que estava em uso. Maiores informações sobre a programação do Rio Info 2012, que acontece de 03 a 05 de setembro, no Rio de Janeiro, acesse: www.rioinfo.com.br

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos