Notícias

Governo e indústria querem acelerar registro de patentes

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) criaram nesta sexta-feira, 17, um grupo de trabalho para estudar medidas que facilitem o registro de patentes. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, o registro de novos produtos brasileiros precisa ser mais rápido. “O país não pode mais ter o tempo que tem para o reconhecimento de patentes”, disse ele.

A criação do grupo de trabalho foi acertada em uma reunião do Movimento Empresarial pela Inovação (MEI) da qual Mercadante participou. O movimento, organizado pela CNI, discute periodicamente ações para o desenvolvimento da indústria nacional.

Mercadante disse que, até a próxima reunião da MEI, no mês que vem, representantes do MCT e da CNI vão estudar formas de facilitar o registro de patentes. Uma das medidas que será discutida é o aumento do número de profissionais capacitados para analisar as invenções. “Há um problema de anal”, disse Mercadante.

No encontro, também foram discutidas formas de estimular internacionalização de empresas brasileiras. O ministro afirmou que as companhias nacionais presentes no exterior precisam de “medidas complementares” e que o governo vai estudar formas de auxiliá-las.

Fonte: TI Inside