Governo do RN realiza visitas para avaliar situação dos Centros Tecnológicos

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, realizou no decorrer da última semana uma série de visitas para avaliar a situação dos Centros Tecnológicos instalados nas regiões Seridó e Oeste.

Na visita técnica, a coordenadora de desenvolvimento científico e tecnológico da Sedec, Rita Leite, e a subcoordenadora Ivana Pinto, reuniu-se com a equipe do IFRN, gestora do Centro Tecnológico do Queijo (CT Queijo), em Currais Novos, para avaliar as demandas e discutir formas de apoio por parte do Governo do Estado. Em Caicó, a equipe visitou as obras do Centro Tecnológico Têxtil do Seridó que está sendo construído para atender a demanda das cadeias produtivas locais na área de bonelaria, tecelagem, bordados, confecções e facções.

As obras do CT Têxtil foram iniciadas e o Governo Federal já liberou o pagamento da primeira parcela do convênio no valor de R$ 306 mil. Após início do funcionamento do Centro, aproximadamente 11 mil pessoas deverão ser beneficiadas com a disponibilização de cursos específicos e programas voltados à melhoria do processo produtivo.

Na região Oeste, a equipe visitou o Centro Vocacional Tecnológico de Apicultura, localizado na fazenda escola Alagoinha de propriedade da UFERSA, em Mossoró. Atualmente o Centro concentra a unidade de estudos e desenvolvimento da cultura apícola para oferecer aos produtores suporte técnico para elevar a produção e a qualidade do mel e seus derivados.

Os Centros Tecnológicos integram a rede de ciência e tecnologia defendida pela Governadora Rosalba Ciarlini como forma de fomentar as potenciais cadeias produtivas econômicas do interior do estado. Após as visitas, o Governo do Estado, por meio da Sedec, definirá os planos de atuação dos projetos que serão apresentados para viabilizar uma rede de parcerias com o Ministério da Agricultura, Ministério de Ciência e Tecnologia, Ministério da Integração Nacional e SUDENE e assim garantir recursos para o desenvolvimento dessas ações.

Fonte: SEDEC RN

Compartilhe:

    Leave a Reply