Notícias

Governo de SP vai ampliar ensino médio técnico

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou ontem o lançamento do programa Rede Ensino Médio Técnico, que vai ampliar a oferta de vagas da modalidade no Estado. A ideia do governo é aumentar a oferta de mão de obra e evitar a evasão dos alunos nessa etapa da educação básica.

Para isso, foram anunciadas parcerias da Secretaria Estadual de Educação com o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). O governo também abrirá, nesta semana, uma chamada pública para instituições particulares interessadas em participar do programa estadual.

“Tudo isso para estimular o aluno que terminou o 9º ano do ensino fundamental a não parar de estudar e ir para o ensino médio”, disse Alckmin, citando a evasão que essa etapa de ensino enfrenta hoje nas escolas estaduais. “Ele vai sair melhor formado e vai atender o mercado, tendo o ensino médio, e já vai ser um técnico diplomado.”

A ampliação das vagas ocorrerá por meio de duas modalidades: concomitante e integrada. O modelo concomitante deve começar em outubro, com 30 mil vagas voltadas para os alunos matriculados no 2º ano do ensino médio. O estudante vai cursar o ensino médio regular em uma escola estadual e o técnico em uma das instituições que ainda serão credenciadas. O governo quer implementar o modelo em cidades com mais de 40 mil habitantes – o que totaliza 155 municípios. Caso a procura seja maior que a oferta, haverá sorteio.

O modelo integrado começa apenas em 2012, com 10 mil vagas. Nele, o aluno do 1º ano do ensino médio de escolas previamente escolhidas vai, em um único curso, ter acesso à formação básica e à técnica. O curso será organizado pela Secretaria Estadual, Centro Paula Souza e IFSP. O ingresso será por vestibulinho (para o Centro Paula Souza, com 8 mil vagas) e sorteio (pelo IFSP, com 2 mil vagas).

É a primeira vez que os governos estadual e federal se unem, em São Paulo, para ampliar a oferta de ensino técnico numa mesma ação. O governo estadual pretende atingir, em 2012, com os dois modelos, 100 mil vagas.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo

Próximos Eventos