Notícias

Governadora lança 2ª etapa do Maranhão Profissional

Qualificar a mão de obra local, para que os maranhenses possam ocupar os novos postos de trabalho que estão sendo criados em todo o estado. Esse é o objetivo do Programa Integrado de Educação Profissional do Maranhão – Maranhão Profissional, que iniciou nesta segunda-feira (27), a segunda etapa de qualificação.

A governadora Roseana Sarney participou da solenidade que contou ainda com a presença do secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Bernardo Bringel; do secretário de Trabalho e Economia Solidária, José Antônio Heluy; do coordenador do Programa Maranhão Profissional, Fernando Lima; de secretários de estado e de estudantes dos cursos profissionalizantes.

A solenidade foi transmitida ao vivo por meio de videoconferência para as turmas dos 10 Centros de Educação Tecnológica do Estado (CETECMAs) e também para a Penitenciária de Pedrinhas, de onde falou o Secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sérgio Tamer, que anunciou para esta segunda etapa, a participação de 120 detentos nos cursos de qualificação oferecidos pelo programa, como um projeto de inclusão social e de cidadania.

Na ocasião, a governadora Roseana Sarney reforçou o desejo de que programa seja decisivo para qualificar e integrar os maranhenses no mercado de trabalho local, que cresce em virtude dos empreendimentos que chegam ao estado. “O Maranhão Profissional é uma forma de possibilitar a todos os maranhenses os meios para que os empregos nesses grandes empreendimentos que estão se instalando em  nosso Estado, sejam ocupados preferencialmente por maranhenses devidamente qualificados e competentes”.

Nesta 2ª fase, serão oferecidas 6.352 vagas em capacitações nas áreas de Eletricidade, Eletrônica, Eletrônica de Manutenção, Telecomunicações e Segurança do Trabalho.  Destas, 5.271 vagas são oferecidas aos estudantes de ensino médio da rede estadual de ensino, para que os mesmos tenham a oportunidade de concluir o 2º grau com uma formação integrada junto com os cursos profissionalizantes. Para as pessoas que se inscreveram pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine-MA), estão sendo oferecidas 961 vagas e 120 vagas para internos da Penitenciária de Pedrinhas.

Para o secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária, Sérgio Tamer, a iniciativa de incluir os internos cria uma nova perspectiva para o sistema penitenciário estadual. “É uma ferramenta importante para voltar à sociedade em condições de lutar por uma vaga no mercado de trabalho”, destacou.

Segundo o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, João Bringel, o Maranhão Profissional é uma realidade de sucesso que possui parcerias importantes com a iniciativa privada e instituições de ensino. “Estamos chegando a 8.400 pessoas qualificadas, a expectativa é de superar as metas previstas para o semestre”, informou.

Os municípios contemplados com os cursos são: Arari, Capinzal do Norte, Cururupu, Dom Pedro, Grajaú, Itapecuru-Mirim, Miranda do Norte, Palmeirândia, Penalva, Pindaré-Mirim, Rosário, Santa Rita, São João dos Patos, São Mateus do Maranhão, Turiaçu, Viana e Vitória do Mearim, além de internos da penitenciária de Pedrinhas e do Presídio Feminino.

CETECMAs

Os Centros de Educação Tecnológicas do Maranhão (CETECMAs) possuem salas de aula equipadas com a tecnologia IPTV, serviço de TV digital semelhante às redes de tevê por assinatura, que permite a interatividade entre as turmas dos 10 municípios – numa espécie de aula por videoconferência. Além disso, há a presença de instrutores e coordenadores pedagógicos em cada turma.

Fonte: SECOM-MA

Próximos Eventos