+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Governador do Amazonas destaca avanço na consolidação da Universidade Estadual

O governador do Amazonas, Omar Aziz, afirmou, na tarde de ontem (27/04), que avançará no processo de consolidação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) nos próximos quatro anos e que a posse de cinco diretores da instituição, eleitos pelo voto direto, representa o amadurecimento de um processo democrático que deverá evoluir para uma futura eleição direta para Reitoria da universidade. “Espero que nesses próximos anos a gente possa consolidar a UEA como estamos planejando para que possamos ter eleições diretas para reitor”, disse o governador, que também garantiu estar em projeto a construção da Cidade Universitária e em discussão o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) dos servidores.

“A eleição direta para reitor é um caminho natural e simples”, disse Omar Aziz durante a cerimônia de posse dos novos diretores, no auditório da Reitoria da UEA. Ao recordar sua trajetória no movimento estudantil no Estado, o governador destacou que o avanço no processo democrático mostra a maturidade da instituição. “Quando participei do movimento por eleições diretas na Ufam, a universidade tinha 50 anos e só existia na capital. Hoje, a UEA, com apenas 10 anos, com presença no interior do Estado e com cerca de 26 mil alunos, avança rápido nesse processo”.

O governador destacou, ainda, outros projetos em curso para o fortalecimento da instituição, como a discussão do PCCR dos trabalhadores da UEA. “É outro compromisso que assumi e temos que implementar”. Ele também falou sobre a Cidade Universitária, cujo projeto está sendo elaborado e prevê a construção de um campus numa área de 10 milhões de metros quadrados, no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). “Espero que ainda no nosso governo a gente possa inaugurar algumas etapas, porque não dá para fazer de uma vez. Os próximos sucessores vão poder consolidar o projeto”.

A posse

Os cinco novos diretores da UEA foram escolhidos em votação direta pela comunidade acadêmica, formada por professores, estudantes e técnicos administrativos, em dezembro de 2010. “É um orgulho para mim, que comecei no movimento estudantil, participar desse processo de escolha democrática”, afirmou Omar Aziz, ao ressaltar que a eleição direta para diretor foi um compromisso assumido com a comunidade acadêmica da universidade. De acordo com o reitor José Aldemir de Oliveira, a opção pelo processo democrático vem reforçar a participação interna da comunidade acadêmica nas decisões institucionais.

O diretor da Escola Superior de Tecnologia, Mário Bessa de Figueiredo, elogiou a iniciativa do governador Omar Aziz. “O senhor abre caminho para a consolidação de uma universidade democrática e participativa. Obrigado, governador!”. Também assumiram os cargos a diretora da Escola Normal Superior, Neylanne Aracelli de Almeida Pimenta; o diretor da Escola Superior de Artes e Turismo, Raimundo de Jesus Teixeira Barradas; da Escola Superior de Ciências Sociais, Fábio Amazonas Massulo e da Escola Superior de Ciências da Saúde, Cleinaldo de Almeida Costa.

Sobre a UEA

A UEA tem 24.548 alunos de graduação matriculados em todos os municípios do Amazonas, além dos pós-graduandos. De 2005 a março de 2011, foram graduados 24.176 alunos. Desse total, 68% é do interior. É uma universidade multicampi, com cinco Escolas Superiores em Manaus, seis Centros de Estudos no Interior e um na capital. No interior, mantém 11 Núcleos, oferecendo 43 cursos de graduação. Mais da metade dos 1.129 professores são mestres e doutores.

A UEA está classificada entre as melhores universidades do Brasil, de acordo com Avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). Obteve a melhor colocação, com nota geral 4, entre as 20 instituições de ensino superior avaliadas na Região Norte.

A instituição possui 7 programas de pós-graduação Strictu Sensu próprios credenciados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e 10 programas de Mestrado e Doutorado Interinstitucional em parceria com a UFRJ, Unicamp, UNB, USP, UFPE, UFMT, UFPA, UFMG, entre outros. Além disso, também tem cerca de 60 cursos Lato Sensu. Já foram titulados 305 mestres e 9 doutores em programas próprios e 27 mestres e dois doutores em programas interinstitucionais. Foram certificados 2.541 especialistas.

Fonte: Agecom Amazonas

 

Compartilhe:

    Próximos Eventos