Notícias

Gasto público com TIC na América Latina será mais que dobro do PIB

O gasto dos governos das sete maiores economias da América Latina com tecnologias da informação e comunicações (TICs) deve crescer mais que o dobro do Produto Interno Bruto (PIB) da região neste ano. Os dados são de estudo da consultoria IDC, que toma como exemplos o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) do Brasil, o Connected da Argentina e as iniciativas públicas mexicanas, entre outros.

De acordo com o estudo, o aumento dos investimentos dos governos em TICs é reflexo de uma crescente demanda, tanto da população quanto das empresas, por maior transparência fiscal e política, o que invariavelmente passa pela ampliação do acesso à internet. A IDC acredita que até 2013 a banda larga fixa chegará a quase 35% das residências da América Latina, ante penetração de menos de 20% em 2009.

A região, analisa a consultoria, concentra 27 das 200 maiores cidades do mundo e hoje passa por um grande processo de industrialização, que já acarreta no aumento de consumidores de TICs. Segundo a IDC, somente neste ano essa população crescerá entre 1,5 milhão e 2 milhões de pessoas. No Brasil, por exemplo, 35% das atividades de TICs já são realizadas fora de São Paulo, maior centro urbano e comercial do país, e essas novas zonas já crescem entre 5% e 10% acima da expansão vista na cidade.

Esse cenário, ainda segundo o estudo, caracteriza a América Latina como a principal região para fornecedores de equipamentos e operadoras de telecomunicações em busca de crescimento de escala e novos negócios.

Por outro lado, a IDC alerta que os revendedores e distribuidores precisarão melhorar seus sistemas e processos de logística.

Fonte: TI Inside de 19/01/2011