Notícias

Florianópolis obtém financiamento de R$ 9,7 milhões para modernizar gestão

A Prefeitura de Florianópolis obteve financiamento de R$ 9,7 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O empréstimo, concedido no âmbito do Programa BNDES de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), será destinado, principalmente, à implantação do gerenciamento eletrônico de documentos (GED). Os investimentos totais serão de R$ 10,8 milhões, dos quais o BNDES financiará 90%.
Os recursos do PMAT também serão destinados para a integração de diferentes plataformas de tecnologia da informação implantadas na Prefeitura e para o desenvolvimento de sistemas de armazenamento e operação segura dos documentos eletrônicos, bem como para a recuperação de informações. Essas modernizações têm como objetivo solucionar a atual situação crítica de conservação e segurança dos documentos e processos na Prefeitura de Florianópolis.
Com a modernização, além de possibilitar a digitalização de 8 milhões de páginas e o armazenamento seguro dos documentos que hoje existem apenas em papel, a Prefeitura irá construir uma base de informações que permita o acesso centralizado e facilitado a todos os documentos e pareceres. Com isso, será possível consultar via sistema os documentos disponíveis, não havendo necessidade de deslocamento físico para esta atividade. Outro benefício será a consulta aos documentos por diferentes parâmetros, além da gestão completa do fluxo dos processos e da pesquisa inteligente e imediata das informações.
A aprovação do financiamento do PMAT é mais um passo para a consolidação do governo eletrônico no município de Florianópolis. “Com esse investimento poderemos fazer a grande transição entre o papel e o virtual, digitalizando e organizando de forma inteligente e padronizada todos os documentos da administração municipal. Será uma revolução na forma de administrar e, por isso, iremos investir também na capacitação dos servidores, tendo em vista que a modernização administrativa não é feita apenas por equipamentos e sistemas, mas também por pessoas”, destaca o Secretário Municipal de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Roberto De Rolt.
A modernização da gestão dos documentos e processos também irá beneficiar os cidadãos. “A implantação de uma estrutura adequada para armazenamento, manutenção, identificação e recuperação dessa documentação é urgente, pois terá impactos significativos nas rotinas administrativas e na eficiência dos serviços, oferecendo qualidade no atendimento ao contribuinte e disponibilizando informações rápidas e seguras”, afirma o Secretário Municipal da Receita, Sandro Ricardo Fernandes.
O projeto da Prefeitura de Florianópolis para o PMAT começou a ser elaborado em 2006 e foi desenvolvido por servidores municipais. A proposta foi estruturada pela Secretaria Municipal da Receita com a colaboração e participação de todos os órgãos da administração municipal. A implantação das ações de modernização previstas no projeto será coordenada pela Unidade de Execução Municipal (UEM), composta por servidores municipais e criada pelo Decreto Nº 7572, de 26 de outubro de 2009.Fonte TI Inside