Notícias

Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, quer investimentos japoneses em infraestrutura no Brasil

Ministro falou a autoridades do governo e empresários sobre oportunidades de negócio em portos, aeroportos, rodovias e na indústria naval

 

No primeiro dia da viagem (29 de maio) à Ásia, Tóquio, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, reuniu-se com autoridades e empresários japoneses em busca de investimentos para o Brasil nas áreas de infraestrutura e tecnologia. No encontro com o ministro dos Transportes, Takashi Maeda, Pimentel convidou as empresas japonesas a participar das obras de construção e ampliação de portos, aeroportos, rodovias no Brasil e do trem-bala ligando as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro.

Pimentel também pediu a participação japonesa no “esforço” para o desenvolvimento da indústria naval. “Nos próximos seis a oito anos, o Brasil vai precisar de 500 embarcações, de navios de apoio a sondas de perfuração flutuante para a exploração do pré-sal. O Japão dispõe de tecnologia que poderia nos ser muito útil”, afirmou o ministro. Segundo Maeda, há interesse do Japão em participar desses projetos. “Nós entendemos a importância da infraestrutura para uma potência como o Brasil, com um território tão vasto”, disse.

Na etapa seguinte da agenda, em palestra na sede da Keidanren, a Federação Empresarial do Japão, Pimentel apresentou as possibilidades de negócios e os bons números da economia brasileira. “O crescimento da economia, acompanhado de um processo de distribuição de renda, incorporou ao mercado de consumo cerca de 40 milhões de brasileiros”, ressaltou o ministro, ao acrescentar que esse cenário, somado à crise nos países da zona do euro, torna o Brasil um destino promissor para empresas do mundo inteiro.

Ainda conforme o ministro, o objetivo brasileiro é levar novas empresas para o Brasil e abrir caminho para que aquelas que já estão instaladas no país ampliem seus investimentos. Do presidente da Keidanren, Hiromasa Yonekura, Pimentel ouviu que o interesse pelo Brasil é crescente. Uma demonstração desse interesse foi a presença de aproximadamente 700 empresários japoneses no seminário “Investindo no Brasil”, promovido na ultima segunda-feira pela Embaixada do Brasil em Tóquio e pelo jornal econômico Nikkei.

Pimentel também se reuniu nesta terça-feira com o presidente da Mitsubishi Corporation, Ken Kobayashi, para discutir novas áreas de interesse da multinacional japonesa no Brasil. Presente nos setores automotivo e de comércio internacional, a empresa pretende investir em engenharia naval e monitoramento de risco de desastres naturais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

 

Próximos Eventos