Notícias

Fapesp lança edital do programa Cepid

Agência divulgou ontem (23) a abertura do segundo edital do programa dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid), que visa à seleção de até 15 propostas para a criação de Centros.

Esses Centros devem ter ousadia, complexidade, impacto mundial e regional e seu objetivo é desenvolver pesquisa fundamental, pesquisa orientada para a transferência de tecnologias e atividades de educação e difusão do conhecimento.

A Fapesp reservará até R$ 45 milhões por ano para a implementação do programa. Cada Cepid pode receber até R$ 4 milhões anuais por um período inicial de cinco anos, renovável por mais dois períodos de três anos.

Em 2000, o programa aprovou a criação de 11 Centros nas áreas de pesquisa e tratamento do câncer, óptica e fotônica, estudos da metrópole e da violência, sono, genoma humano, terapia celular, desenvolvimento de materiais cerâmicos, biologia molecular estrutural e toxinologia. Pesquisadores responsáveis pelos Centros já estabelecidos poderão concorrer no segundo edital.

As propostas serão recebidas até 15 de agosto e serão analisadas em duas fases. Para a primeira fase, de análise preliminar, deve ser encaminhada uma pré-proposta, redigida em inglês. As selecionadas para a segunda fase serão convidadas a apresentar propostas completas, que também deverão ser redigidas em inglês.

As propostas podem ser apresentadas por pesquisadores com título de doutor e vínculo formal com instituições de ensino superior e pesquisa no estado de São Paulo.

O programa Cepid, inspirado no modelo adotado em 20 centros da National Science Foundation, nos Estados Unidos, estabelece um novo paradigma de organização da pesquisa científica porque propõe uma visão integrada da atividade de pesquisa com a transferência do conhecimento gerado para o setor público e privado e a educação em diferentes níveis, do treinamento de alunos e professores a cursos de pós-graduação.

Os Centros podem estabelecer parcerias com a indústria ou organizações responsáveis pela implantação de políticas públicas e estimular a formação de pequenas empresas que utilizem os resultados da pesquisa.

Fonte Jornal da Ciência

Próximos Eventos