Notícias

FAPESB completa 11 anos e lança quatro novos editais

No dia 27 de agosto a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) completará 11 anos. Na ocasião, serão lançados quatro novos editais, sendo um deles inédito no estado. Nos últimos anos, a Fundação tem alcançado resultados expressivos no apoio à pesquisa científica, inovação e formação de recursos humanos, tornando-se protagonista no apoio à Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I) no estado da Bahia.

Graças ao apoio da Fundação, milhares de projetos saem do papel e transformam-se em produtos, processos e serviços que contribuem para o desenvolvimento do estado e a melhoria da qualidade de vida da população. Com o apoio da FAPESB, o país pôde observar, por exemplo, experiências de sucesso com o uso de células-tronco em pacientes paralíticos, alcançadas com a estruturação dos laboratórios do Hospital São Rafael, responsável por este tipo de pesquisa. Muitos outros projetos foram desenvolvidos, englobando desde pesquisas para os pequenos produtores rurais do semiárido, com ações simples como a construção de cisternas mais resistentes, até o desenvolvimento de medicamentos e produtos de alta tecnologia, como o software para deficientes visuais que transforma textos escritos em áudio.

A Fundação ampliou significativamente a quantidade de bolsas concedidas em 2012. Todas as cotas de bolsas dos programas de pós-graduação stricto sensu tiveram aumento, bem como a quantidade de bolsas de Iniciação Científica que foi ampliada em mais de 30%. A FAPESB apoia anualmente cerca de quatro mil bolsistas e neste ano os investimentos estimados para o pagamento de bolsas é de 29 milhões de reais. Além disso, seguindo a política de valorização da formação de recursos humanos, a FAPESB aumentou os valores de quatro modalidades de bolsa, equiparando-os aos valores praticados pelo CNPq. São elas: Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado (cotas) e Pós-Doutorado 2.

Dos 31 editais previstos para 2012, 21 já foram lançados. Para celebrar os 11 anos, a FAPESB fará o lançamento de mais quatro editais: Apoio à Formação de Redes para Articulação entre Pesquisas e Extensão; Apoio à Publicação Científica e/ou Tecnológica; Apoio à Organização de Eventos Científicos e/ou Tecnológicos; e o inédito Apoio à Formação em Línguas Estrangeiras para Certificação de Candidatos ao Programa Ciência sem Fronteira. Juntos, os quatro editais têm o valor de R$ 5,9 milhões, que somados aos valores dos editais já lançados em 2012 e os previstos até o fim do ano, somam o valor total de aproximadamente R$ 62.200.000 (sessenta e dois milhões e duzentos mil reais).

Este ano, a FAPESB iniciou um processo de remodelação de alguns Editais, priorizando a formação de redes e núcleos de pesquisa por meio de projetos de natureza interinstitucional e interdisciplinar. Para isso, lançou em março três editais inéditos de Apoio a Formação e Articulação de Redes de Pesquisa, sendo um voltado para o Semiárido e outro para as Baías de Todos os Santos, Camamu e do Pontal.

Dentre outros, estão previstos ainda para 2012 os editais de Apoio a Pesquisas Ecológicas de Longa Duração, fruto de parceria entre FAPESB e Secretaria do Meio Ambiente (SEMA); Inovação em Práticas Educacionais nas Escolas Públicas da Bahia, fruto de parceira entre a FAPESB e o Instituto Anísio Teixeira (IAT); Apoio a Pesquisas em Segurança Pública; e Apoio a Estudos sobre Cadeias Produtivas, Inovação e Estruturação Econômica nos Espaços Territoriais do Estado da Bahia.

Para o diretor geral da FAPESB, Roberto Paulo Machado Lopes, a Bahia continuará crescendo e avançado na produção cientifica, mas é urgente o esforço no sentido de incorporar a inovação em sua estrutura produtiva: “Prosseguir na transformação de nossa realidade socioeconômica, continuar incluindo milhões de excluídos e realizar o sonho de uma sociedade próspera com equilíbrio ético e social só é possível tornando a ciência e a inovação um processo endógeno e dinâmico da nossa base produtiva. Essa é uma tarefa para os diversos estratos sociais e um esforço conjunto de todos os baianos”, diz.

Fonte: ascom/fapesb

Próximos Eventos