+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Estudo revela aumento do uso de tecnologias de dados, analytics, IA e machine learning por startups de marketing

Em virtude da pandemia ocasionada pela Covid-19, as empresas no mercado brasileiro conduziram suas iniciativas para o ambiente digital, acarretando grandes impactos no setor de publicidade e propaganda. Os consumidores tornaram-se mais exigentes e desejam uma experiência perfeita em toda a jornada de compra, o que exige que os profissionais de marketing explorem bastante o omnichannel, personalizando intensamente a experiência em tempo real. Esta é uma das questões apontadas pelo estudo inédito da ISG (Information Services Group) – empresa global de consultoria e pesquisa em tecnologia -, produzido e divulgado pela TGT Consult no Brasil.

O relatório ISG Provider Lens – Martech Solutions and Services Providers 2021, analisa, pela primeira vez no Brasil, o mercado de Marketing e Tecnologia (Martech), cobrindo a amplitude do portfólio e a força competitiva das mais relevantes agências de marketing digital e empresas de tecnologia atuantes nesta área.

Segundo Mauricio Ohtani, autor da pesquisa e analista líder da TGT Consult/ISG, a evolução do Martech no Brasil tem mostrado uma mudança não somente nas áreas de serviços como também na redefinição da atuação das agências de comunicação e agências de marketing digital. “Com ferramentas de personalização e soluções exclusivas, as agências vêm promovendo maior interesse dos consumidores, permitindo que estes experimentem novos recursos de tecnologia e tenham uma noção maior do produto com todos os seus detalhes”, comenta.

De acordo com o relatório, a experiência digital dos clientes tornou-se uma das prioridades na maioria das organizações e os profissionais de marketing empenham-se em oferecer experiências personalizadas, fundamentadas na análise de dados coletados por meio de Inteligência Artificial (AI) e Machine Learning (ML). Além disso, o uso de tecnologias como chatbots, realidade aumentada (AR), realidade virtual (VR) e o uso de sistemas de gestão de conteúdo (CMS), foram apontados como indício de edificação de uma intimidade emergente com os clientes.

Outra questão levantada, foi o crescimento das mídias sociais nos últimos anos, que criou oportunidades para que as empresas sejam vistas e analisadas pelo público. As organizações que querem ficar próximas da sua audiência têm nas redes sociais um enorme aliado na publicidade, como explica o autor: “O cidadão brasileiro passa três horas por dia nas redes sociais. Se uma empresa não tem uma estratégia de marketing nas mídias sociais, é bem provável que a sua marca tenha pouca importância na vida dos seguidores”.

Ainda em conformidade com a pesquisa, a maior parte das decisões de compra começam online e são respaldadas pelas análises lidas, opiniões de conhecidos, soluções, ferramentas e preços estudados. “A experiência digital com conteúdo relevante seleciona naturalmente o público ou a audiência. Além de ganhar o interesse do usuário e cativar o público, o Digital Experience aliado com conteúdo adequado, consegue gerar resultados melhores e mais rápidos”, elucida o autor.

Segundo Ohtani, cabe às Martechs identificar como os mercados e pessoas devem interagir e criar espaço em um mundo que não trata sobre o marketing digital, mas sim sobre marketing como é inserido no mundo digital. “Nosso mundo tem sido cada vez mais dinâmico, com transformações ocorrendo em todos os segmentos de negócio e, ao mesmo tempo, impactando todos os atores envolvidos em cada ecossistema, seja do lado de quem cria e vende os produtos e serviços, seja do lado de quem compra, que é o público que usa esses produtos e serviços, ou de quem está no meio, que faz a conexão entre esses dois universos”, comenta.

Com o objetivo de oferecer ferramentas que auxiliem os tomadores de decisão que atuam na área de marketing digital, o estudo ISG Provider Lens – Martech Solutions and Service Providers 2021 oferece análise sobre o posicionamento diferenciado dos prestadores de serviço em áreas relevantes, transparência nos pontos fortes e identificação das áreas de melhoria dos provedores de solução e serviço. “Muitas agências oferecem amplo portfólio de serviços em marketing digital e não apresentam um bom nível de qualidade na entrega. Esse estudo revela os principais atores deste segmento, distribuindo-os entre cinco áreas de atuação e posicionando-os de forma relativa aos seus concorrentes”, finaliza Ohtani.

Fonte: TI Inside em 04/08/2021

Próximos Eventos