+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Estudo mercadológico de projetos de inovação é apresentado em Juiz de Fora(MG)

Com uma metodologia inédita no Brasil capaz de estimular o desenvolvimento de produtos, o Programa de Incentivo à Inovação (PII) — parceria do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), universidades e Sebrae Minas — apresentou na sexta-feira (14), os estudos mercadológicos da sua segunda edição na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O objetivo do encontro foi apresentar ao secretário de Desenvolvimento Tecnológico da UFJF, Paulo Augusto Nepomuceno Garcia, e aos coordenadores locais do PII Fernanda Perobelli, Eduardo Gonçalves e Débora Marques, em que estágio se encontra o programa. A apresentação foi realizada no auditório do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt) pelos bolsistas dos projetos, que são alunos dos cursos de Administração, Economia e Engenharia de Produção da própria universidade.
O PII visa a promover o desenvolvimento regional no estado ao incentivar a geração de tecnologias inovadoras nos laboratórios das universidades mineiras e em centros de pesquisas, convertendo essas tecnologias em aplicações práticas. Os estudos mercadológicos das 15 tecnologias inovadoras apresentadas e apoiadas pelo PII da UFJF têm o objetivo de desenvolver o plano tecnológico e a análise financeira de cada um dos projetos. Para isso foram liberados R$40 mil.
A próxima etapa é de finalização dos estudos para a conclusão do plano de negócio estendido, que possibilitará o desenvolvimento do produto final e sua prototipagem. Segundo a coordenadora do PII na UFJF, Débora Marques, a data prevista para a conclusão dos estudos é fevereiro, conforme o calendário de atividades do programa. “A intenção é dar subsídio aos pesquisadores para desenvolver suas tecnologias com potencial de aplicação no mercado”, afirmou Marques. Espera-se também que as tecnologias desenvolvidas e subsidiadas resultem em benefícios para a sociedade e em novos conhecimentos para a comunidade acadêmica.

Resultados

Na federal de Juiz de Fora, o Programa de Incentivo à Inovação é coordenado pelo Critt e já recebeu em duas edições o montante de R$1,07 milhão. O PII agrega todas as ferramentas necessárias à indução do processo de inovação, convertendo o conhecimento em desenvolvimento e transformando projetos de pesquisa em inovações tecnológicas.
Além de criar os protótipos comerciais dos produtos, é feita a promoção estratégica com apresentação para investidores. Desde a criação do programa, em 2007, o Governo de Minas e parceiros como o Sebrae, universidades e prefeituras municipais, já investiram mais de R$4,2 milhões para incentivar a transferência de tecnologia da academia para o mercado em Minas.
Além da UFJF, o PII já foi implantado pelo Governo de Minas nas universidades federais de Lavras (Ufla), Itajubá (Unifei), Viçosa (UFV), UFMG e Uberlândia (UFU).  A Biominas, Cetec e Fiocruz Minas também receberam o programa. Ao todo, 410 projetos já foram submetidos ao programa, que resultou na elaboração de 170 Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e de Impacto Ambiental (EVTECIA) transforma em 46 patentes, 22 depositadas e 24 em andamento. Resultou ainda na criação de 17 novas empresas, transferência de tecnologia para 17 empresas de terceiros, construção de 88 protótipos, cinco novos produtos e na publicação de cinco livros com as experiências relatadas.
Fonte: Portal SECTES-MG com informações, Assessoria de Comunicação da UFJF

Compartilhe:

    Próximos Eventos