Notícias

Estudante paulista conquista medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática

O estudante paulista Rodrigo Sanches Ângelo, de 16 anos, conquistou uma medalha de ouro na 53a Olimpíada Internacional de Matemática (IMO). O evento, considerado o mais importante da área pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), foi realizado entre os dias 4 e 16 de julho na cidade de Mar del Plata, na Argentina reunindo 551 estudantes de 100 países.

Além da medalha de ouro conquistada por Ângelo, a delegação brasileira também ganhou uma medalha de prata, obtida por João Lucas Camelo Sá, do Ceará. Já os jovens Franco Matheus de Alencar Severo, do Rio de Janeiro, Rafael Kazuhiro Miyazaki, de São Paulo, e Henrique Fiúza Gasparini Nascimento, de Brasília, ficaram com a medalha de bronze, enquanto Maria Clara Mendes Silva, de Minas Gerais, recebeu uma menção honrosa. Com este resultado o Brasil se classificou em 19º lugar entre os países participantes.

A equipe brasileira foi liderada pelos professores Luciano Castro, do Rio de Janeiro, e Carlos Shine, de São Paulo.

Realizada desde 1959, a olimpíada se destina a estudantes do ensino médio com idade entre 14 a 19 anos e que não tenham ingressado na universidade. Cada país é representado por uma equipe composta por até seis estudantes e dois professores.

As provas foram realizadas nos dias 10 e 11 de julho. Em cada dia, os competidores resolveram três problemas, com valor de sete pontos cada, aplicados em quatro horas e meia de prova. Ângelo obteve a medalha de ouro conquistando 28 pontos de um máximo de 42.

Os problemas da prova envolveram disciplinas do ensino médio como álgebra, teoria dos números, análise combinatória e geometria. “Os problemas da olimpíada internacional costumam ser mais criativos, não exigindo a aplicação de conhecimentos de matemática avançada, porém, muitas vezes apresentam um alto grau de dificuldade até para matemáticos profissionais”, explicou Carlos Gustavo Moreira, coordenador-geral da OBM.

Como preparação para enfrentar a prova, os integrantes da equipe brasileira participaram de um treinamento intensivo com aulas específicas e simulados, realizado nas semanas que antecederam a competição.

O Brasil participa do evento desde 1979, conquistando desde então o total de 101 medalhas, sendo 9 de ouro, 27 de prata e 65 de bronze o que o torna o país latino americano com maior número de medalhas na competição. No próximo ano o evento ocorrerá na Colômbia.

A equipe brasileira foi selecionada por meio da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), iniciativa que visa à melhoria do ensino e descoberta de talentos para a pesquisa em matemática nas modalidades de ensino fundamental, médio e universitário nas instituições públicas e privadas de todo o país.

Fonte: Agência FAPESP

Próximos Eventos