+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Estado do Amapá debate ciência e tecnologia para a Amazônia no I Fórum do Consecti e Confap

A governadora em exercício, Dora Nascimento, participou nesta segunda-feira, 12, no Auditório Waldemiro Gomes do Museu Sacaca, da abertura do I Fórum do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Assuntos de CT&I (Consecti) e Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). O evento, realizado pelo Governo do Amapá por meio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), visa debater políticas integradas para a promoção da ciência, tecnologia e inovação no Brasil e retomada do nível de investimento no setor.

De acordo com titular da Setec, Antônio Cláudio Carvalho, o encontro, que se encerra na terça-feira, 13, conta com a presença 23 secretários estaduais de Ciência e Tecnologia de todo o Brasil e 24 presidentes das fundações de amparo à pesquisa dos estados.

“O Fórum Consecti e Confap discutirá o avanço do setor no Brasil e é um orgulho para nós sediarmos um evento desse porte. Discutiremos ciência e tecnologia para a Amazônia, o que será fundamental para o nosso desenvolvimento sustentável”, frisou Antônio Cláudio.

Por sua vez, o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (Fundação Tumucumaque), Antônio Lima Júnior, afirmou que o Fórum trará mais inovações para empresas locais e benefícios à sociedade amapaense.

“Nesses dois dias de Fórum, discutiremos quais as políticas do governo federal e de instituições parceiras, algumas delas internacionais, para que possamos ter mais investimentos na Amazônia, pois temos uma riqueza incomensurável e precisamos transformar isso em produtos e serviços em benefício da sociedade”, pontuou Lima Júnior.

O secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e representante do governo federal, Antônio Elias, ressaltou que os debates no Fórum Consecti Confap integrarão as políticas para o setor e fortalecerão a CT&I no Brasil. Ele destacou que o encontro consolidará algumas estratégias que já estão em curso, inclusive para a Amazônia, além de ampliar a capacidade de informação nas universidades estaduais e federais.

“Com esse encontro, onde as entidades estaduais de pesquisa e governo federal estão representados, temos o objetivo de centralizar os recursos, integrar o território brasileiro, perceber as suas diversidades e aproveitar as oportunidades apresentadas. Parabenizo o governo do Estado por ter se proposto a organizar esse Fórum, acredito que dele sairão políticas ou aperfeiçoamentos bastante significativos”, comentou o representante do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Na avaliação da governadora em exercício, o encontro é uma grande oportunidade para diminuir o défict que a região amazônica possui em relação à ciência, tecnologia e informação.

“A sociedade do futuro é a sociedade do conhecimento, esse encontro é inclusivo para nós, pois nele enfatizaremos que a Amazônia precisa de investimentos pesados em CT&I. Somente dessa forma, diminuiremos a desigualdade do Norte em relação ao Sul e Sudeste do Brasil”, comentou Dora Nascimento.

Fonte: Agência Amapá

Próximos Eventos