+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Espírito Santo incentiva novas vocações tecnológicas

A Secretaria de Ciência e Tecnologia está mobilizando os gestores dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) para analisar as atuais atividades e criar condições para o incentivo de novas vocações no Estado. CVT é um programa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) que capacita mão de obra para o desenvolvimento local, de acordo com a vocação econômica da região onde se insere.

Atualmente, as principais atividades deste projeto no Estado são voltadas para indústria moveleira, os agronegócios, oceanografia, construção civil, setores de alimentos e bebidas, e metalmecânica. Outras vocações em áreas estratégicas serão incentivadas a partir do trabalho da Sect.

Em cada CVT há uma estrutura voltada para qualificação com uso de tecnologias interativas, com equipamentos e profissionais disponíveis para promover rápida absorção da mão de obra pelo setor produtivo. Desta forma, Linhares ( móveis), Aracruz (oceanografia), Vila Velha (construção civil e alimentos), Vitória ( bebidas, música, audiovisual), Jerônimo Monteiro (madeira), Cachoeiro (rochas ornamentais), Colatina ( confecções), Montanha ( Agronegócio), Guarapari (Comércio), entre outras cidades capixabas poderão usufruir do programa. Através da Sect, o Governo do Estado fomenta a capacitação com esta visão de desenvolvimento integrado.

De acordo com o Secretário de Ciência e Tecnologia, Jadir Péla, algumas vocações, como petróleo e gás, turismo e logística podem ser incentivadas, mas antes de tudo, é necessário incrementar a gestão das atuais unidades. “Precisamos agir em conjunto e de forma sustentável para formar uma rede de capacitação eficiente e em sintonia com nosso potencial econômico”, afirmou Jadir.

Coordenador da mobilização, o subsecretário Alberto Gavini informou que há no MCT uma orientação para uma completa reestruturação dos CVTs. Os principais pontos a serem avaliados são relacionados à inclusão digital, difusão comunitária da Ciência e Tecnologia e o trabalho em rede, definido, inclusive, por uma logomarca única e um modelo sistêmico. “Devemos trabalhar a iniciação profissional, com a possibilidade de bolsas para manutenção dos projetos via MCT e CNPq”, informa Gavini.

O subsecretário, que também é coordenador da Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, aproveitou a oportunidade para formalizar o convite de participação dos CVTs capixabas no maior evento de popularização da ciência no Espírito Santo, que será em outubro. “A ideia é abrir um grande espaço para participação de todas as unidades, dando assim um demonstrativo das vocações tecnológicas do Estado, ao mesmo tempo em que se cria o debate e o incentivo de capacitação em áreas de vocações econômicas pouco exploradas”, informou Alberto Gavini.
Fonte: SCT-ES

Compartilhe:

    Próximos Eventos