Destaques

Empresa se une a associação de deficientes visuais para promover inclusão em TI

A everis acaba de firmar parceria com a Associação de Deficientes Visuais e Amigos (Adeva) para oferecer às empresas soluções para adequar seus sites à legislação de acessibilidade. Este trabalho é efetuado em duas fases distintas. Na primeira, a everis coordena a execução de um subconjunto de testes de usabilidade, para garantir que a aplicação está acessível da forma mais amigável possível, para pessoas com deficiência, incluindo as limitações de audição, visão, idade avançada, entre outras. São utilizados softwares de inspeção de acessibilidade para validar diversos itens até se chegar ao nível de qualidade desejado.

Esses testes seguem as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) 2.0, com um vasto conjunto de recomendações para tornar o conteúdo web mais acessível. Os critérios de sucesso das WCAG 2.0 são escritos sob a forma de declarações testáveis, que não dependem de uma tecnologia específica, o que possibilita a definição do processo de certificação em qualquer tecnologia web.

Na segunda fase, entram em ação as pessoas com deficiência visual, devidamente treinadas pela Adeva e pela everis, para realizar os testes, em conjunto com os analistas da everis.

O objetivo dessa equipe híbrida é permitir que a experiência dos usuários finais seja avalizada por profissionais que entendem a necessidade de acessibilidade em toda sua amplitude, tornando-a mais próxima possível da realidade. As pessoas com deficiência visual utilizam softwares leitores de telas para realizar os testes nas aplicações e os analistas acompanham esse processo, efetuando a interface com a equipe de desenvolvimento, responsável pela correção dos defeitos encontrados. A partir daí, são feitos novos testes, até o site atingir o nível requerido de acessibilidade.

Fonte: TI Inside (adaptado)

Próximos Eventos