Notícias

Empresa de telefonia planeja banda larga de 35 Mbps por menos de R$ 100

A GVT diz que está disposta a popularizar o acesso à Internet em alta velocidade no País. A empresa planeja vender acesso de 35 Mbps por menos de R$ 100/mês. Essa velocidade é mais de 30 vezes a média dos acessos à internet no Brasil.

O novo preço será adotado dentro de 12 meses, informou Régis Turrini, vice–presidente de estratégia e desenvolvimento da Vivendi, controladora da GVT. “E queremos que o preço de 50 Mbps se torne acessível entre 2012 e 2013”, acrescentou o executivo. A GVT tem notado em suas próprias vendas um crescimento na demanda por velocidades altas. Em dezembro passado, 49% das novas assinaturas eram de pacotes de 15 Mbps, disse Turrini.

A Vivendi, que é dona da GVT, estima que a quantidade de assinantes de banda larga fixa no Brasil irá triplicar ao longo dos próximos cinco anos. Para acompanhar essa demanda e crescer em participação no mercado, a GVT expandirá sua rede para 80 novas cidades até 2015, a maioria no Nordeste e nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Nessa lista, 12 são cidades grandes, disse o vice-presidente da Vivendi. Hoje a GVT está presente em 97 municípios do Brasil. O investimento aprovado para 2011 é de R$ 1,8 bilhão.

Também faz parte da estratégia de longo prazo da operadora aumentar seu portfólio de serviços de valor adicionado comercializados para seus clientes de banda larga, como música, jogos, pacotes de segurança e backup de dados, aproveitando o conteúdo fornecido por outras empresas do grupo Vivendi, como Universal Music e Activision.

Sobre o lançamento do serviço de TV por assinatura, Turrini não quis abrir detalhes sobre os pacotes, porque isso ainda está sendo discutido. A previsão de lançamento está mantida para o segundo semestre. O executivo participou, nesta quarta-feira, 27, do Accenture Global Convergence Forum, realizado no Rio de Janeiro.

Fonte: Revista Exame

Próximos Eventos