+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Em nova mudança, Mercadante substitui secretário do MEC

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Moreira Pacheco, confirmou na tarde desta segunda-feira que está deixando a pasta. Essa é a terceira mudança confirmada após a posse do novo ministro Aloizio Mercadante, há cerca de duas semanas.

Segundo Pacheco, o seu substituto na Setec deve ser Marco Antonio de Oliveira, atual secretário de Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

O anúncio da saída do secretário aconteceu durante cerimônia de nova diretoria do Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), na sede do MEC, em Brasília. O próprio Pacheco iniciou sua fala dizendo que seria seu “último discurso” no cargo, sem dar mais detalhes.

Após o evento, Pacheco confirmou à Folha a sua saída do ministério. “Estou há bastante tempo no ministério, um total de oito anos, então é hora de sair”, afirmou. Além de titular da Setec por seis anos e meio, ele também foi presidente do Inep, órgão responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Pacheco disse que há um convite para que ele ocupe o atual cargo de seu sucessor, como secretário de Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social do MCT.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, evitou dar detalhes sobre a mudança no ministério e só agradeceu Pacheco pela “grande contribuição”.

“Ao contrário do que ele diz, vai continuar muito perto de vocês [reitores dos institutos federais] ao longo do próprio período, desempenhando uma função que eu diria ser complementar e indispensável ao trabalho dos institutos federais no âmbito do MEC.”

O ex-governador do Acre, Binho Marques (PT), também é cotado para entrar no MEC, em substituição a Carlos Abicalil na Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino.

Após o evento, Mercadante apenas disse que a lista com os nomes dos futuros ocupantes de cargos está sendo analisada pela Casa Civil –que pode vetar algum nome.

MUDANÇAS

No segundo dia de Mercadante no cargo, duas mudanças já haviam sido anunciadas. A secretária de Educação Básica, Maria do Pilar Lacerda, anunciou pelo twitter que estava saindo e que seria substituída por César Callegari, membro do CNE (Conselho Nacional de Educação).

No Inep, Malvina Tuttman também anunciou que está saindo. Está praticamente certo que em seu lugar ficará Luiz Cláudio Costa, atual secretário de Educação Superior do MEC.

Apesar de não ser confirmado ainda pelo MEC para o cargo, Luiz Cláudio Costa participou na manhã desta segunda-feira de uma reunião com representantes da associação de funcionários do órgão.

O encontro foi divulgado pela Assinep (Associação de Servidores do Inep). Segundo nota no site da instituição, Costa destacou a “honra e alegria de ter sido nomeado” para o cargo de presidente do Inep e a importância do órgão para o Brasil.

Os representantes também entregaram uma carta indicando pontos considerados principais para a estruturação do órgão. Oficialmente, o MEC não confirma a nomeação de Costa para o cargo.

Em cargos considerados de segundo escalão no ministério, Mercadante também já nomeou um novo chefe de gabinete (Luiz Antônio de Mello Rebelo) e um diretor de programas da Secretaria Executiva (Leonardo Osvaldo Barchini Rosa).

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Próximos Eventos