Notícias

Desenhos de crianças viram robôs de verdade

Aos seis anos de idade, Matisse desenhou Spoker: um robô que afugenta os fantasmas que vivem debaixo de sua cama. A máquina – fabricada com um plástico resistente e com vários componentes eletrônicos – emite sons, luzes e até mesmo um relatório que mostra ao dono que seu quarto está “à prova de fantasma”. Assim como Matisse, crianças belgas, de 6 a 12 anos, de diferentes escolas de ensino fundamental I, estão criando suas “máquinas dos sonhos” e contam com a ajuda de estudantes de ensino técnico e superior para vê-las ganharem vida.  A iniciativa é realizada peloMyMachine (MinhaMáquina, em tradução livre), ONG sem fins lucrativos que, desde 2008, desenvolve o projeto educativo para estimular a criatividade, mantendo as crianças, desde pequenas, interessadas em desenvolver suas próprias ideias.

Primeiro, os estudantes universitários de design e engenharia vão às escolas para conhecer as crianças, ouvir e receber as ideias. Quatro meses depois, são os pequenos que vão à universidade para acompanhar os projetos. Já na última etapa, os alunos de ensino técnico, de 12 a 18 anos, dão vida às máquinas, fabricando os protótipos. “Criamos este projeto com o propósito de despertar nas crianças a noção de que, a partir de uma ideia básica, é possível mudar algo que às vezes era considerado impossível”, afirma Jan Despiegelaere, um dos cofundadores do MyMachine.

Fonte: Site Porvir.org

Próximos Eventos