+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Copel propõe parceria com a Telebrás no Paraná

O estado do Paraná ficou de fora da primeira etapa do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), anunciado no fim de 2010. Mas, no que depender do Grupo Copel, o estado não só será incluído em breve no plano de massificação da banda larga, como poderá ter papel de destaque. O presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, esteve nesta terça-feira, 22, com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, propondo uma parceria com a Telebrás.

Após o encontro, Zimmer explicou que, mesmo já tendo uma ampla rede de fibras no estado, uma parceria com a estatal será bem-vinda e poderá ampliar a atuação da Copel na oferta de banda larga. “Vale a pena entrar no PNBL, porque a parte do atendimento, do varejo, não é bem o nosso negócio. Agora que há a ideia do governo de massificar isso (banda larga), essa proposta vem ao encontro do que nós temos”, afirmou o presidente da Copel.

Zimmer declarou que atualmente a rede da Copel Telecomunicações já atende 242 dos 399 municípios do estado e que, graças a uma parceria com a Sercomtel, muitos projetos já estão desenvolvimento. “Estamos nos estruturando para termos uma cooperação mútua com a Telebrás. Nos colocamos à disposição do ministro para fazer um projeto-piloto a partir de hoje, se for o caso”, assegurou o presidente.

Os executivos da Copel Telecomunicações não descartam a possibilidade de que a parceria futura com a Telebrás envolva a cessão da rede da companhia à Telebrás, como está sendo feito com as grandes distribuidoras de energia. Uma outra opção é que a Telebrás entre como prestadora do serviço no varejo, em substituição à Sercomtel.

Fonte: Teletime

Compartilhe:

    Próximos Eventos