Notícias

Consumo de energia no Brasil crescerá 78% até 2035

Até 2035 a demanda de energia no Brasil crescerá 78%, de acordo com a edição de 2011 do anuário World Energy Outlook, divulgado pela Agência Internacional de Energia (AIE).

O documento alertou sobre as taxas de crescimento do consumo de energia na Índia, na Indonésia, no Brasil e no Oriente Médio que estão aumentando até mais rápido em relação ao da China, país que consome 70% a mais de energia do que os Estados Unidos (EUA) segundo colocado nesse ranking. Esse crescimento no consumo de energia tem resultado num aumento significante das emissões de dióxido de carbono (CO2).

O estudo também concluiu que as energias renováveis hidroelétrica e eólica ainda não tem a capacidade total instalada para atender à demanda em crescimento, porém a haverá um aumento de 3%, em 2009, para 15% em 2035, na porcentagem de fontes de energia renováveis não hidroelétricas na geração de eletricidade. As energias solar e eólica terão grande parte dos investimentos em geração de energia, que totalizam 60% dos investimentos nessa área, mas não há uma perspectiva que esse tipo de energia seja comercializada a médio prazo.

Investimentos da Cemig

A Cemig investe em projetos de utilização de fontes de energia renováveis, com destaque para biomassa, pequenas centrais hidrelétricas, energia solar e geração eólio-elétrica e também em projetos de uso racional da energia, cogeração e geração distribuída, utilizando diferentes combustíveis, como hidrogênio, gás natural, álcool e biodiesel.
Fonte: CEMIG

Próximos Eventos