Notícias

Cônsul dos EUA conhece projetos de Ciência, Tecnologia & Inovação do Governo de Alagoas

O cônsul dos Estados Unidos, Christopher Del Corso, visitou a Secretaria da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti). Recepcionado pelo secretário-adjunto da Secti, Maurilho Alves, o cônsul conheceu os projetos realizados pela pasta e identificou oportunidades de realizar convênios e parcerias entre empresas e instituições norte-americadas. Christopher Del Corso teve audiência, no dia 1º de agosto, com o governador Teotônio Vilela Filho, no Palácio República dos Palmares.

O secretário-adjunto da Secti agradeceu a presença, especialmente, pela disposição em conhecer os principais projetos coordenados pelo governo na área de Ciência, Tecnologia e Inovação. Maurilho Alves destacou a realização de parceria do Governo com a Universidade Estadual de Nova York, Suny Oswego, nos EUA, com o projeto de capacitação em utilização de calculadoras científicas nas escolas de ensino fundamental.

Esta parceria entre o Governo de Alagoas e a Suny consiste no desenvolvimento e popularização da ciência entre os alunos do ensino fundamental de, inicialmente, dez escolas públicas por meio da utilização das calculadoras científicas. As mais de mil calculadoras doadas pela universidade americana chegam a Alagoas ainda na próxima semana.

A superintendente da Secti, Janesmar Cavalcanti, fez um breve histórico do projeto e avaliou as ações atuais da Secti e o cenário atual da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) em Alagoas. A superintendente também explicou sobre o Programa de Apoio à Inovação do Estado de Alagoas (ProInova), que trabalhará com atenção aos APLs, analisando os gargalos tecnológicos e desenvolvendo soluções por meio da pesquisa.

“Estamos também articulando outro programa, o  ProCiência, que definirá a política macro e consolidação do sistema de CTI no Estado. A parceria com Universidade Suny, é importante frisar, trata-se de um embrião para outros projetos macro, por exemplo, a troca de experiência com professores estrangeiros e alagoanos, trabalhando fortemente na popularização da ciência e criando atrativos para fomentar a formação de professores na área de ciência”, explicou a superintendente.

Janesmar ainda destacou o projeto estratégico do Governo de Alagoas para a integração entre a academia e as universidades, o Parque Tecnológico e Social (PqTS). “Estamos identificando dentro do nosso sistema o que é feito de ciência e tecnologia e que pode ser implantado nas empresas. Em Alagoas, temos um ponto positivo: as instituições envolvidas em CT&I estão articuladas para a consolidação desse sistema”, explicou.

Depois de ouvir da equipe técnica da Secti as principais oportunidades de parcerias que podem ser realizadas, o cônsul Christopher Del Corso informou que está acontecendo em alguns estados da região Nordeste capacitação nessa área de C&T, com parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). O cônsul destacou a necessidade do idioma inglês para ocorrer mais facilidade na integração entre professores e estudantes dos dois países, citando os próximos eventos internacionais que o Brasil será sede.

O representante do Serviço Comercial do Consulado dos EUA em Recife, Adierson Azevedo, orientou quanto ao curso da língua inglesa citando o trabalho desenvolvido por uma empresa especialista em realizar capacitação em massa, a Rosetta Stone.

“Atualmente, esta empresa mantém contato com o governo de Pernambuco para treinar mais de 15 mil pessoas, como preparativo para a Copa do Mundo de Futebol em 2014”.

Azevedo também fez referência em realizar parcerias com universidades em forma de intercâmbio de Nevada e Georgia, podendo atender na integração de pesquisas para alguns APLs. Outro ponto de grande destaque é realizar e integrar o conhecimento por meio de capacitação na área de indústria naval, citando a vinda do estaleiro Eisa Alagoas S.A.

Fonte: SECTI-AL

Próximos Eventos