Notícias

Congresso Fapern avalia resultados de 126 pesquisas apoiadas pela instituição

Além de discutir resultados de pesquisa, o evento é uma oportunidade de promover a integração dos setores envolvidos com C,T&I no estado.

Quais são as conclusões das pesquisas apoiadas com recursos públicos? Há retorno desses resultados para a sociedade? Uma boa oportunidade para obter essas respostas acontece no Congresso Fapern de Ciência, Tecnologia e Inovação, que se encerra hoje (5), em Natal. Durante dois dias serão avaliados e conhecidos o andamento e os resultados de 126 pesquisas apoiadas pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern) em parceria com outros órgãos de fomento, nos últimos anos.

Seguindo o modelo das principais agências de financiamento, os projetos são classificados em Ciências Exatas, da Terra e Engenharias; Ciências da Vida; e Ciências Humanas e Sociais. Há ainda a categoria Inovação, que apoia projetos voltados para o desenvolvimento ou aperfeiçoamento de novos produtos e processos produtivos.

Além de levar ao conhecimento público os resultados das pesquisas financiadas por seus diversos programas, para o diretor científico da Fapern, George Azevedo Dantas, o Congresso é uma oportunidade de socializar as políticas estaduais de apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico e de promover a integração dos diversos setores envolvidos com a CT&I no estado. As conferências e mesas redondas cumprem esses objetivos.

Após a solenidade de Abertura pela governadora Rosalba Ciarlini, os presidentes da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), Diogo Simões e da Fapern, Maria Bernardete Sousa, proferiram a Conferência sobre O Papel das FAPs no Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Região Nordeste.

Os Desafios e Oportunidades para o Rio Grande do Norte no Cenário Atual da Ciência e Tecnologia foram discutidos em duas Mesas Redondas por representantes dos principais órgãos de fomento à pesquisa do País. No que se refere à inovação, os Desafios e Oportunidades para o RN serão debatidos pelos professores Aldayr Dantas de Araújo, da UFRN; Jerônimo Santos, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), Milton Mendes, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e Cicília Raquel Maia Leite da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

O evento é aberto a toda a comunidade acadêmica, pesquisadores e empresas que recebem apoio financeiro por meio de programas de fomento às pesquisas desenvolvidas pela Fapern, bolsistas de iniciação científica, gestores públicos, estudantes e professores da educação básica.

Fonte: Jornal da Ciência

Próximos Eventos