Notícias

Congresso científico cancela debate para não espantar patrocinadores

Até quinta-feira (9) acontece em Foz do Iguaçu o 16º Congresso Mundial de Ciência de Alimentos e Tecnologia, pela primeira vez realizado no Brasil.

O evento é palco de uma polêmica envolvendo a organização do congresso e a diretoria da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Segundo a presidente da sociedade, Jane Menegaldo, os organizadores do congresso cancelaram uma mesa sobre mídia e obesidade infantil “porque causaria inconvenientes com potenciais patrocinadores do evento” -justificativa dada em uma carta da organização direcionada à presidente da entidade.

“Tínhamos proposto quatro mesas e as outras três foram aceitas. Mas essa era a mais importante, íamos colocar o Conar, a Anvisa e a Abia (associação de indústrias de alimentos) para debater”, diz Menegaldo, que é engenheira de alimentos.

O engenheiro de alimentos Luiz Eduardo de Carvalho, que seria coordenador da mesa, defende que o debate é fundamental. “Uma sociedade científica de ‘alimentos’ precisa observar, pensar e promover debates sobre isso para oferecer subsídios técnicos para o aperfeiçoamento dos atos regulatórios”, diz.

A presidente do congresso, a pesquisadora em bioquímica de alimentos Glaucia Pastore, da Unicamp, diz que inconvenientes com patrocinadores não foi o maior motivo que levou à troca da mesa.

“O modo como o assunto seria debatido fugia dos objetivos do congresso. A questão da publicidade é muito mais legal do que científica. Acho que a ciência tem que debater os avanços necessários para deixar os alimentos mais saudáveis.”

No lugar, o evento terá mesas sobre obesidade e comida industrializada.

Fonte: Folha de São Paulo

Próximos Eventos