Notícias

Confira as empresas brasileiras que são campeãs em depósito de patentes

A patente é uma das principais provas do desenvolvimento científico e tecnológico de um país ou empresa. No entanto, nessa corrida o Brasil ainda está atrasado. Apesar de o país ter figurado no 13º lugar em volume de produção científica no mundo, em 2008, segundo relatórioda UNESCO, o número de patentes registradas ainda é baixo. De acordo com dados de 2009 da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (Wipo, na sigla em inglês), o Brasil ficou em 25º lugar em registros de patentes internacionais, com 355 pedidos. Os Estados Unidos ficaram em primeiro, com 45.790.

Mesmo estando em uma posição longe do ideal, o Brasil tem melhorado. Segundo o INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial -, as patentes nacionais concedidas entre 2007 e 2009 saltaram de 1.842 para 3.153. O número de análises feitas por ano pelo INPI também aumentou, passando de 9.643, em 2005, para 16.878, em 2009. A pedido de EXAME.com, o INPI divulgou a lista das empresas brasileiras que foram campeãs em depósitos de patentes, entre 2005 e 2009. Os dados de 2010 não podem ser incluídos, segundo o instituto, porque há um período de sigilo de 18 meses para cada patente. Confira as empresas campeãs:
1ª) – Petrobras
2ª) – Usiminas
3ª) – Arno Eletrodomésticos
4ª) – Vale
5ª) – Embraco
6ª) – Souza Cruz
7ª) – Duratex
8ª) – Cosipa
9ª) – Telebras e Multibras
10º) – CSN
Fonte: Pesquisa levantada a pedido da Revista Exame ao INPI no período de 2005/2009 com reportagem adaptada

Próximos Eventos