Destaques

Confederação de teles e TI quer R$ 1 bilhão para Sistema S das TICs

Criada formalmente em julho deste ano, a Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (Contic) já tem a primeira missão para 2018: garantir a fatia de recursos, estimada em R$ 1 bilhão, para viabilizar a criação de um Sistema S específico para o setor.

“Nosso objetivo principal agora é criar o Sistema S das TICs. É uma prioridade para 2018. Isso significa trazer R$ 1 bilhão por ano para esse sistema fazer frente às necessidades de desenvolvimento das pessoas diante da digitalização do Brasil, se é que podemos usar essa expressão”, afirmou nesta terça, 5/12, o diretor executivo da Febratel, Eduardo Levy.

A união da Febratel (teles), com a Fenainfo (TI) e a Feninfra (instalação e manutenção) foi uma costura de anos que acabou sacramentada em julho, com a constituição formal, concluída, em outubro, com o registro no Diário Oficial da União.

Na visão do setor de telecom, não será uma luta simples materializar o desejado Sistema S, pois envolve buscar recursos, atualmente, alocados em outras entidades, especialmente, na Confederação Nacional da Indústria. Mas a confiança é que a própria chancela da União para a Contic já constitui uma vitória na prática.

“Temos a expectativa de recebimento dos recursos que já existem hoje e que são alocados para outras confederações. Elas farão sua defesa, nós a nossa, que é exatamente a qualificação da mão de obra. Não é um processo simples e depende do entendimento e da vontade de querer levar o país para o desenvolvimento em TICs ou insistir com indústrias que terão dificuldades de se manter no futuro.”

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos