Notícias

Comitê ibero-americano de inovação se reúne na Finep

O primeiro dia 3ª Reunião do Comitê Intergovernamental do Programa Ibero-Americano de Inovação reuniu, nesta quinta-feira (13), representantes dos países membros e de associações ibero-americanas, além do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI/MDIC) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI).
O evento é organizado pela Área de Cooperação Internacional da Finep – Agência Brasileira da Inovação, vinculada ao MCTI, e vai até esta sexta (14), na sede da instituição, no Rio. Está em discussão a implementação de projetos de grande impacto na região, como a harmonização e coordenação dos instrumentos de apoio à inovação disponíveis em cada país.

“A Finep prevê ações de sustentação da inovação. E dentro disso há espaço para a região ibero-americana, da qual espero sugestões de trabalho que possam ser incluídas no programa. O que se deseja é desenvolver em toda a América Latina um ambiente mais favorável à inovação”, afirmou o presidente da financiadora, Glauco Arbix, na abertura da reunião, pela internet.

Na sua fala, a diretora do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Moira Estenssoro, explicou que a instituição se diferencia de outras semelhantes pelo fato de seus membros serem, ao mesmo tempo, “proprietários e beneficiários”. Moira afirmou que há, mais do nunca, a necessidade da união dos esforços que já estão sendo feitos em busca do desenvolvimento na região. “Somos pequenos peixes e só sobreviveremos dos tubarões nadando juntos. A mensagem principal que deixo aqui é: juntemo-nos!”, disse.

O representante da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), Álvaro Diaz, falou sobre a cooperação da entidade com o MCTI para a promoção de cursos sobre política de inovação, por toda a América Latina. “Apesar de todos os obstáculos, nossa região cresce. A expansão comercial local e o fluxo de turismo são fatores importantíssimos. Temos que nos integrar cada vez mais para inovar”, afirmou.

Ações concretas

Para o representante da Secretaria-Geral Ibero-Americana (Segib), Frederico Poli, avaliou que “é importante fomentar ações concretas, dentro das várias iniciativas já em curso, para o desenvolvimento da América Latina”.

Na primeira parte do encontro, também fizeram apresentações representantes do INPI, que discutiram os desafios e novas iniciativas para aperfeiçoar a liberação e patentes no Brasil, inclusive com o anúncio de um novo concurso público, que irá admitir cerca de 250 novos funcionários nos próximos meses.

Saiba mais aqui

Fonte: Agência MCTI

Próximos Eventos