Notícias

CNPq recebe delegação Francesa para consolidar novos programas de cooperação científica

Durante dois dias o Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq/MCT) foi palco de debates para viabilizar a consolidação de novos programas de cooperação científica e tecnológica entre Brasil e França. A delegação francesa composta por representantes do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), do Institut National de Recherche en Informatique (Inria) e Institut de Recherche pour le Développement (IRD), foram recebidos na quinta-feira (05) pelo presidente do CNPq, Glaucius Oliva e pelo Diretor de Cooperação Institucional, Manoel Barral Netto, que chefiou a delegação brasileira.

As quatro instituições que já mantêm acordos bilaterais promoveram o Workshop Prospectivo, com o apoio da Embaixada da França no Brasil, buscando identificar novas formas de cooperação nas seguintes áreas: Tecnologias da Informação e Comunicação; Matemática; Física e Nanomateriais, Mudanças Climáticas e Desastres Naturais; Engenharias; Mudanças Climáticas e Doenças Emergentes.

As delegações do CNRS, Inria e IRD foram chefiadas pelos seguintes representantes: Dr. Jean-Pierre Briot (CNRS), Prof. Hélène Kirchner (Inria); e Dr. Bernard Dreyfus (IRD). Do lado brasileiro, participaram representantes dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT’s) das referidas áreas do conhecimento. Durante o evento, as delegações dos dois países apresentaram uma visão geral das áreas abordadas no Workshop. Posteriormente, os grupos de trabalho temáticos debateram os seguintes pontos: a) apresentação de pesquisas em andamento, inovações tecnológicas recentes, ações de cooperação existentes programas nacionais relacionados com a investigação nas áreas discutidas; b) definição de um programa de cooperação conjunta nas áreas do Workshop; e c) identificação dos principais futuros atores de cooperação e dos possíveis usuários do conhecimento produzido.

Após os debates, as linhas de ação foram definidas e organizadas em um relatório. Ambas as partes concordaram em identificar os mecanismos apropriados para apoiar e estimular programas de cooperação conjunta, em relação à temáticas acima mencionada, entre as redes selecionadas.Fonte: Ascom MCT