Notícias

Buffalo Tech, do Japão, chega ao Brasil

Pressionada pelas dificuldades econômicas em seu país de origem, a japonesa Buffalo Tech, especializada em acessórios na área de tecnologia, decidiu reforçar sua expansão internacional. Primeiro, abriu um escritório em Miami, de onde começou a vender seus produtos em diversos países da América Latina. Agora, deu mais um passo e abriu um escritório no Brasil, com meta de iniciar as vendas na temporada de fim de ano.

A empresa investiu R$ 4 milhões na abertura da filial brasileira, informou Marcelo Miake, gerente-geral da Buffalo. A estrutura inclui um escritório comercial em São Paulo e um centro de distribuição em Guarulhos, na região da Grande São Paulo. “Como em toda empresa japonesa, a decisão de ter um escritório no país foi muito estudada”, disse Miake. Além do Brasil e do Japão, a Buffalo vende seus produtos em 12 países.

Inicialmente, todos os produtos serão importados. A Buffalo estuda, entretanto, fabricar alguns equipamentos no país sob regime de produção terceirizada. “Vamos procurar um parceiro e é provável que a fabricação local tenha início em 2014”, afirmou Miake. A Buffalo Tech pertence ao grupo japonês Melco, cujo faturamento no ano passado foi de aproximadamente US$ 1,5 bilhão.

No Brasil, a companhia vai começar vendendo HDs externos (dispositivo de armazenamento de dados), roteadores sem fio, gravadores de DVD, mouses e fones de ouvido. Segundo Miake, a companhia planeja trazer outros produtos ao país à medida que a demanda aumentar.

A venda de dispositivos de armazenamento que podem ser acessados via internet é uma das apostas no mercado brasileiro.

A grande variedade de periféricos disponíveis no país e a influência do mercado cinza, de produtos contrabandeados, foram dois aspectos que mereceram a atenção da Buffalo antes de entrar no país. A decisão foi trazer produtos especiais para se diferenciar no setor e atrair a atenção do consumidor, disse Miake.

Fonte: Valor Econômico

Próximos Eventos