+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Brasileiro é um dos empreendedores sociais do ano na América Latina

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, abriu a rodada latino-americana do Fórum Econômico na última quinta-feira (6) fazendo uma referência indireta à greve geral convocada pelas centrais sindicais para a data e conclamando o espírito empreendedor do povo argentino. “Que bom que estamos aqui trabalhando”, disse ele, ao falar na sessão de abertura do evento, ao lado de Klaus Schwab, chairman e fundador do fórum.

Após os discursos dos dois líderes, a sessão se encerrou com a entrega do título de Empreendedores Sociais do Ano na América Latina para o brasileiro Carlos Pereira, da Livox, e para o francês Yves Moury, fundador da Fundación Capital, presente em vários países da região.

“Foi uma emoção grande receber este título em um evento que tem um impacto gigantesco”, afirmou Pereira, vencedor do Prêmio Empreendedor Social 2016, conferido pela Folha em parceria com a Fundação Schwab, uma das entidades irmãs do Fórum Econômico Mundial.

“As pessoas que estão aqui realmente têm o potencial de mudar o mundo e temos uma oportunidade de mostrar o nosso trabalho para o mundo inteiro”, acrescentou o brasileiro criador do Livox, software de comunicação alternativa para pessoas com deficiência. A ferramenta foi considerada a melhor tecnologia inclusiva do mundo pela ONU.

No último dia 31 de março, Pereira foi anunciado como um dos 17 novos integrantes da Rede Schwab, um dos benefícios franqueados aos ganhadores na categoria principal do Prêmio Empreendedor Social, cujas inscrições estão abertas até 10 de maio.

“Essa rede internacional é formada por pessoas transformadoras. Enquanto muitos ficam só na conversa, os integrantes da Rede Schwab transformam conversa em ação. É o tipo de gente com a qual eu quero estar junto, justamente para poder transformar realidades”, diz Pereira.

Ele se se junta a outros 21 brasileiros que integram a rede internacional que promove o empreendedorismo social e está presente em mais de 60 países, reunindo hoje mais de 320 líderes de iniciativas de impacto social.

Ao entregar os diplomas para os dois laureados, Hilde Schwab, cofundadora da Fundação Schwab, destacou o perfil inovador dos Empreendores do Ano na América Latina. “Estamos aqui para reconhecer e celebrar a inovação social que resulta em progresso”, discursou.

Ela listou as importantes áreas de atuação dos integrantes da Rede Schwab. “Todos foram distinguidos pela contribuição para melhorar a vida das pessoas. São empreendedores vindos de todos os cantos da América Latina e que em última instância estão trabalhando para reduzir a pobreza.”

Klaus Schwab encerrou o encontro chamando todos os empreendedores sociais presentes ao palco para uma foto com ele e Macri.

Participaram do plenário de abertura mais de mil convidados provenientes de toda a região, assim como representantes de 12 governos, segundo Marisol Argueta, Chefe do Fórum Econômico Mundial para a América Latina.

Ao falar para uma platéia composta em sua maioria por potenciais investidores, o presidente argentino ressaltou os esforços de seus quase 16 meses de governo para a retomada do crescimento econômico do país. “A Argentina começa a crescer, o que é uma mudança de tendência.”

Macri também falou do Mercosul. “Brasil é o nosso principal sócio”, afirmou, ao destacar os esforços do país no combate à corrupção. “Há uma mudança de visão no Brasil e um forte debate político no combate à corrupção. É impossivel ter um modelo de crescimento convivendo com níveis altos de corrupção. O país vai sair fortalecido deste processo.”

Fonte: Folha de São Paulo

Próximos Eventos