+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Brasil sai na frente na divulgação dos gastos governamentais abertos

O Brasil aparece em 17o em um ranking com 92 países que avalia a política para dados abertos. Trata-se do Open Data Barometer 2015, realizado pela World Wide Web Foundation. Um dos raros países a publicar informações sobre gastos públicos, o Brasil subiu quatro posições nesta terceira edição da pesquisa.

Os 15 primeiros lugares são ocupados por países mais prósperos – Reino Unido, Estados Unidos, França, Canadá, Dinamarca, Nova Zelândia, Holanda, Coreia do Sul, Suécia, Austrália, Finlândia, Alemanha, Espanha, Áustria e Japão. Em seguida aparece o México.

Depois do Brasil a lista segue com Noruega, Uruguai, Suíça, Itália, Islândia, Bélgica, Cingapura, Estônia, República Tcheca, Irlanda, Colômbia, Israel e Chile, completando as 30 primeiras colocações no ranking de Open Data da Fundação WWW.

O levantamento leva em conta a preparação dos governos para divulgar dados, o impacto e a implementação dessa política. Também são cruzadas as informações disponíveis, como mapas, estatísticas, orçamento, gastos, empresas, legislação, transporte, comércio, saúde, educação, crime, meio ambiente, eleições, contratos.

Também é avaliado se os dados podem ser ‘lidos por máquinas’, se são brutos, livres, em formato de licença aberta, atualizados, sustentáveis, encontráveis e se podem ser linkados. Há grandes diferenças. Por exemplo, 90% dos dados são livres e gratuitos, mas apenas 18% dos governos usam licenças abertas.

Mesmo em 17º, o Brasil merece alguns destaques no relatório. É um dos únicos quatro países – ao lado do Reino Unido, Estados Unidos e Japão – que divulga gastos governamentais transnacionais, (sendo que apenas Brasil e Reino Unido divulgam a informação no formato de dados abertos).

O país é um dos raros que divulgam informações sobre gastos governamentais, e mais surpreendentemente está junto a outros três também na divulgação de dados sobre legislação (ao lado da França, Coreia e Reino Unido). O estudo completo pode ser conferido aqui.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos