Notícias

Brasil está menos competitivo no cenário internacional, aponta estudo

A Fundação Dom Cabral (FDC) divulgou ontem (18), o Índice de Competitividade Mundial 2011 (World Competitiveness Yearbook), desenvolvido pelo International Institute for Management Development (IMD), em parceria com a FDC. De acordo com o estudo, o Brasil está menos competitivo no cenário internacional, perdendo seis posições no ranking global de competitividade e voltando a ocupar a 44ª posição.
O relatório analisou 20 subfatores. Desses, quatro se destacaram, sendo dois como pontos positivos e de avanço para o Brasil, que são mercado de trabalho e investimento internacional, e os outros dois, produtividade e eficiência e preços, como pontos negativos e de retrocesso das condições competitivas nacionais.
“O relatório de competitividade em 2011 traz sinais de alertas para a estabilidade macroeconômica. A continuidade do crescimento econômico nacional dependerá do comportamento da economia brasileira frente aos desafios do câmbio, do crédito, dos ativos e da produção”, disse Carlos Arruda, professor da FDC responsável pela captação e avaliação dos dados brasileiros do estudo.
Índice
A classificação do Índice de Competitividade Mundial 2011 é baseada em pesquisas com 331 indicadores quantitativos e qualitativos, agrupados em quatro fatores de competitividade, que são desenvolvimento econômico, eficiência governamental, eficiência de negócios e infra-estrutura. Os dados são utilizados como ferramenta para determinar planos de investimento e tributação local, orientar decisões políticas dos governantes e compreender o mecanismo da competitividade em todo o mundo.
Fonte: Gestão C&T

Próximos Eventos