+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Brasil é estratégico para o Google

A promessa da presidente Dilma Rousseff de oferecer acesso à internet em banda larga para todo o território nacional durante sua gestão é um dos fatores que pesaram na decisão da empresa americana de priorizar o país.

Dennis Woodside, vice-presidente do Google para América Latina, disse, durante visita ao Brasil, que pretende investir em contratações de vários profissionais: executivos, especialistas em tecnologia, vendas e engenheiros. Falou, também, sobre investimento em empresas locais. “Pretendemos aumentar [o quadro pessoal] em todas as frentes de trabalho e não descartamos adquirir empresas no Brasil”, declarou.

Um bom motivo para o Google colocar todas as suas atenções no Brasil está no fato do país ser um dos poucos no mundo que ainda não foi dominado pelo Facebook, rede social rival do Orkut, hoje a rede social mais popular entre os usuários brasileiros.

Segundo dados da ComScore, enquanto o Facebook possui 9,5 milhões de usuários no Brasil, o Orkut conta com 43 milhões de internautas brasileiros. No entanto, a velocidade de crescimento do Facebook no mercado nacional impressiona. A audiência da rede social praticamente dobrou no Brasil em dois anos, enquanto o número de usuários que acessa o Orkut no país recuou em mais de 40% no mesmo período.

A continuar nesse ritmo, a liderança da rede de relacionamento social do Google no Brasil durará pouco. Deter o Facebook, então, passa a ser uma das grandes missões da gestão de Fábio Coelho. A importância do país crece neste momento, quando a empresa de Mark Zuckerberg começa a prestar mais atenção no mercado brasileiro, com direito a tirar Alexandre Hohagen do Google, onde ocumulava a vice-presidência da empresa para a América Latina e também o posto agora ocupado por Coelho.

Fonte: Exame On-line de 28/02/2011

Compartilhe:

    Próximos Eventos