Destaques

Brasil é 2o no mundo em maturidade digital, diz pesquisa

O Brasil ficou em 2º lugar – com 6% das empresas consideradas líderes digitais -, no Índice de Transformação Digital (DT Index II). Com o resultado, o País ficou à frente de países como México (4º) e Colômbia (5º).

Encomendado pela Dell Technologies em parceria com a Intel, o DT Index II também identificou que os mercados emergentes estão mais confiantes em sua capacidade de “ultrapassar em vez de serem ultrapassados” (53%) em comparação com somente 40% em nações desenvolvidas.

Feito pela Vanson Bourne com 4.600 líderes de negócios de empresas de médio e grande porte de 42 países, o estudo traz resultados são animadores para os mercados emergentes em relação à maturidade digital, apontando a Índia, Brasil e Tailândia no topo do ranking global.

Por outro lado, mercados desenvolvidos estão ficando para trás: Japão, Dinamarca e França receberam as pontuações mais baixas de maturidade digital.

O DT Index II mostra, contudo, que os programas de transformação digital de muitas empresas estão na fase inicial e ainda há um caminho longo a percorrer rumo à maturidade: 78% dos líderes de negócios admitem que a transformação digital deve ser mais difundida em suas organizações.

No Brasil, o número é ainda maior: 82%. Mais da metade das empresas (51%) acredita que terá dificuldades para atender às demandas dinâmicas dos clientes dentro de 5 anos, no Brasil o índice é de 25%, e quase uma em cada três (30%) ainda tem receio de que sua organização possa ficar para trás, sendo 26% no mercado nacional.

Ficando para trás

O DT Index II foi realizado com base no primeiro DT Index, de 2016. A comparação de dois anos destaca que o progresso tem sido lento, com organizações tendo dificuldades para acompanhar o ritmo intenso das mudanças.

Embora a porcentagem dos Adotantes digitais tenha aumentado, não houve progresso no topo. Quase 4 em cada 10 empresas (39%) estão ainda espalhadas nos dois grupos com menor maturidade digital na referência de desempenho (Preguiçosos digitais e Seguidores digitais).

“É importante ver que os líderes brasileiros estão na vanguarda da transformação digital no mundo. O caminho à maturidade é longo e repleto de desafios, mas é necessário percorrê-lo”, afirma Luis Gonçalves, vice-presidente Sênior e Gerente Geral da Dell EMC Brasil. “Em contrapartida, preocupa ver que 24% das organizações brasileiras 39% e das organizações globais investem pouco ou não investem em modernização digital. A hora de agir é agora.”

Barreiras para a transformação e confiança

As descobertas também sugerem que os líderes de negócios estão à beira de uma crise de confiança, com 91% entravados por barreiras persistentes.

As cinco principais barreiras para o sucesso da transformação digital:

  1. Preocupações com a segurança e a privacidade de dados
  2. Falta de recursos e orçamento
  3. Falta das habilidades e expertise certas dentro da empresa
  4. Mudanças legislativas e de regulamentos
  5. Cultura digital imatura

Quase metade (49%) acredita que sua organização terá dificuldades para provar que é confiável nos próximos 5 anos. Já no Brasil, o otimismo é maior, com apenas 20% dos líderes tem as mesmas dúvidas. Entre os entrevistados, 32% não esperam que sua própria organização cumpra com regulamentos (como o Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE). No Brasil esse índice é de 33%. Um em cada três não acredita que sua própria organização proteja os dados dos funcionários ou clientes, (Brasil: 31%).

Planos para concretizar seu futuro digital

Os líderes relataram prioridades e investimentos em comum para ajudar na transformação futura, incluindo um foco maior na força de trabalho, segurança e TI. Além disso, 46% estão desenvolvendo habilidades e talentos digitais dentro da empresa ensinando a todos os funcionários como programar, por exemplo, o que representa um aumento em relação a 27% em 2016. No Brasil 76%, buscam o desenvolvimento interno, um aumento de 40,7%, em relação a 2016).

Principais investimentos em tecnologia para os próximos 1 a 3 anos

  1. Índia
  2. Brasil
  3. Tailândia
  4. México
  5. Colômbia

Países com menor maturidade digital:

  1. Japão
  2. Dinamarca
  3. França
  4. Bélgica
  5. Cingapura

Fonte: TI Inside

Próximos Eventos