+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Assinados R$ 35 milhões em contratos para o PNBL

A Telebrás assinou nesta quarta-feira (13.04) dois novos contratos no valor total de R$ 35,9 milhões para implementação do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). Tratam-se de soluções de rádio enlace para iniciar a implantação dos anéis Sudeste e Nordeste, no valor de R$ 17,1 milhões, além dos Sistemas Auxiliares da Rede IP, no valor de R$ 18,8 milhões. Os contratos foram firmados no início da noite desta quarta-feira na sede da Telebrás, em Brasília.

Os documentos foram assinados pelo presidente da Telebrás, Rogério Santanna, e pelo diretor presidente da PromonLogicalis, Eduardo Cardoso, que fornecerá os Sistemas Auxiliares da Rede IP. Já o contrato para o fornecimento das soluções de rádio enlace foi assinado por Gilberto Soares Machado, diretor presidente da Digitel que é a empresa líder do consórcio formado também pelas empresas Asga e Gigacom do Brasil.

As soluções de rádio enlace farão a distribuição do sinal de internet da rede nacional de telecomunicações (backbone) até a sede dos municípios contemplados pelo PNBL. Já os Sistemas Auxiliares tem como função, entre outras, traduzir nomes de portais para o seus respectivos endereços IP e auxiliar na investigação de problemas e falhas no funcionamento da rede.

Para Machado, a entrada da Telebrás no mercado de banda larga está incentivando o crescimento das empresas nacionais que fornecem equipamentos e serviços para este segmento. “Com este contrato vamos ter escala para competir em pé de igualdade com grandes fornecedores mundiais que atuam no Brasil”, salientou.

Ele disse que a empresa está preparada para ampliar a sua produção e atender também a estados e municípios. Machado contou que em junho deve ficar pronta a primeira fase da construção de uma nova fábrica da empresa, em Alvorada, no Rio Grande do Sul, que permitirá triplicar a capacidade de produção atual.

Segundo o presidente da Telebrás, as licitações realizadas pela empresa para implementação do PNBL utilizam a modalidade de pregão para registro de preços cuja ata pode ser aderida por outros órgãos públicos sejam eles federais, estaduais ou municipais.

Rede nacional
Os contratos já firmados pela Telebrás para implantação do PNBL somam até o momento R$ 165,8 milhões e incluem equipamentos e serviços de transmissão em fibra óptica, infraestrutura para os pontos de presença da rede. Também englobam a Rede IP (Core e Borda), torres e postes, além de empresa especializada para a aquisição de sites onde os pontos de presença e as estações da Telebrás serão instalados ao longo do território nacional.

Fonte: Imprensa Telebrás

 

Compartilhe:

    Próximos Eventos