Notícias

Apoios técnico e financeiro ajudam empreendedor a inovar

A vida empresarial de Oides Saturno Junior mudou radicalmente quando, há dois anos, um Agente Local de Inovação (ALI) entrou em sua Fábrica de Massas Abassiul, localizada em Campo Grande. A partir de simples mudanças no processo de gestão, sua empresa foi contemplada com recursos de R$ 154,8 mil, fonte de subvenção econômica da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para desenvolvimento de Sistema de Corte e Empilhamento Automático para Melhoria de Processo de Produção de Massas.

O projeto, que recebeu recursos para sair do papel, consiste em equipamento que irá automatizar a produção de discos de massa para pastel. Atualmente, este trabalho é feito com as mãos. Com a reestruturação e modernização desse setor, a empresa pretende aumentar os níveis de produção, agregar maior qualidade aos seus artigos, ampliar o número de clientes a serem atendidos e gerar novas frentes de trabalho. Conheça os principais editais de apoio a projetos de inovação

Com a máquina pronta, o volume na oferta de massa para pastel da fábrica vai aumentar em cerca de 70%. “A visão de futuro do meu negócio está na abertura de mercado. Na minha avaliação, inovar está atrelado à dinâmica de mercado”, afirma Oides. Ele agradece o apoio que recebeu do Sebrae por meio programa ALI. “Eu não teria condições de pagar um especialista para estar à minha disposição”, admite.

Projetos na gaveta

As criações do empresário não param por ai. Ele desenvolveu novo processo de produção de massa de pizza e embalagens diferenciadas. Saturno garante ainda não existir nada igual no mercado. “São ideias guardadas, à espera de novo edital da Finep. O estouro de inovação na minha fábrica veio a partir da aprovação do meu projeto por este órgão”, conta.

Oides também recebeu consultoria de design para embalagem e de mercado, participou de cursos doSebrae Mais e do Sebraetec para elaboração de projetos de inovação. “Percebi que era possível inovar. O ALI me apresentou uma série de possibilidades, com cursos, capacitações e consultorias tecnológicas. Acabei de finalizar uma consultoria na área financeira”, relata.

A Fábrica de Massas Abassiul, de Oides, iniciou as atividades em 1997, na informalidade e em instalações improvisadas. Formalizada em 1999, agora atende a maior parte da rede de supemercados de Campo Grande e de outros municípios do Mato Grosso do Sul, além de pequenos estabelecimentos comerciais. A história da empresa foi apresentada nessa quarta-feira (13) no 2º Encontro Nacional dos Agentes Locais de Inovação (ALI), que acontece até esta sexta-feira (15) em Porto de Galinhas (PE).

Fonte: Agência Sebrae

Próximos Eventos