+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Agentes do Sebrae orientam empresas acreanas a inovar

O Acre conta com o Programa Agentes Locais de Inovação (ALI), do Sebrae, desde junho de 2010. Há nove agentes em Rio Branco e um em Cruzeiro do Sul. Até o último dia 12 de abril, 128 micro e pequenos negócios dos ramos da mercearia, farmácias e drogarias, confecções e indústrias aderiram à iniciativa. Destas, 96 ganharam um diagnóstico dos seus pontos fortes, fracos e possibilidades de melhoria. A partir dai, foram elaborados 53 planos de trabalho de inovação para aumentar os resultados dos empreendimentos, que passam por avaliações a cada três meses durante dois anos de acompanhamento e orientação.

“Muitos não acreditam que vão receber apoio e orientação ao seu negócio de graça. A maioria observa os resultados que vão sendo conseguidos pelos vizinhos e conhecidos, se arrependem e aderem porque entendem que é bom, mas a questão cultural de querer resultados imediatos sem fazer investimentos e mudanças atrapalha os mais teimosos”, observa Antônio Luiz Vieira, consultor do ALI pelo Sebrae no Acre. “A confiança é conquistada pela melhoria nos resultados da empresa com nossos agentes apresentando soluções aplicáveis dentro da condição real de cada comerciante ou industria”, conclui.

Confiança mútua

As irmãs Geane e Gerlândia Cunha, proprietárias da loja de confecções e assessórios de moda G. Cunha, admitem que a princípio ficaram desconfiadas em receber a agente local de inovação Glenda Abreu para confidenciar detalhes do seu negócio. Mas, agora, garantem, a relação é de confiança mútua. “Estamos há mais de 12 anos no mercado e ficamos tão envolvidas com o trabalho que não havia tempo de procurar e acompanhar as inovações comerciais”, conta Geana. “Confiamos no nome do Sebrae e gostamos da dedicação da Glenda, que nos trouxe treinamentos sobre atendimento ao cliente e decoração de vitrines”, elogia.

“Começamos como sacoleiras, hoje temos uma loja e pretendemos continuar crescendo. Por isso a presença da Glenda é muito importante. Ela nos dá suporte e busca soluções para problemas que antes a gente nem notava. Instalamos uma série de mudanças que melhoraram a exposição dos produtos e que oferecem mais conforto aos clientes”, revela Gerlândia.

Turismóloga de formação e pós-graduada em gestão de pessoas, Glenda passou pelo treinamento de qualificação eliminatório que selecionou os agentes locais de inovação contratados pelo Sebrae. “A experiência dos seis anos em que trabalhei com telemarketing me treinou para o contato com as pessoas. Neste meu primeiro trabalho como consultora de inovação, aprendo uma coisa a cada dia”, revela.

Fonte: Agência Sebrae

Compartilhe:

    Próximos Eventos