Notícias

Adolescente cria técnica para detecção de câncer e leva prêmio

Um adolescente americano de apenas 15 anos venceu um concurso mundial de ciências pela invenção de um método de detecção de câncer no pâncreas mais eficiente que os tradicionais.

Jack Andrada, estudante da cidade de Crownsville, Maryland, criou um sensor que identifica se uma pessoa tem câncer pancreático, mesmo nos estágios iniciais, com até 90% de precisão, por meio de um exame de sangue ou urina.

A técnica, patenteada pelo jovem cientista, é 28 vezes mais rápida e cem vezes mais sensível que os testes atuais.

Pela invenção, ele recebeu US$ 75 mil (cerca de R$ 148 mil) e recebeu o prêmio mundial de Inovação Jovem Cientista da Fundação Intel, empresa que patrocina o evento.

Os outros dois finalistas foram Nicholas Schiefer, de 17 anos, de Pickering, Ontário, Canadá e Ari Dyckovsky, 18, de Leesburg, Virgínia, EUA Cada um recebeu um prêmio no valor de US$ 50 mil (cerca de R$ 99 mil).

Fonte: Folha de São Paulo

Próximos Eventos