+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Acesso à conectividade será um direito humano básico em 2030

O acesso à conectividade será um direito humano básico em 2030 e as operadoras de telecomunicações vão ter de definir os seus papéis nessa nova era, defendeu o CEO da Deutsche Telekom, Timotheus Hoettges, no MWC 2021, que acontece em Barcelona, excepcionamente em junho por conta da pandemia de covid-19. Hoettges acredita que as teles terão o papel de orquestração das redes, sem ter a obrigação de serem ‘donas’ de todas as partes.

No futuro, adicionou, as teles serão mais orientadas a software, projetou ainda o CEO da Deutsche Telekom. Mas nem tudo são tendências. O executivo fez um duro discurso sobre um tema recorrente no MWC: as OTTs. E dessa vez os ataques foram contundentes para duas empresas: O WhatsApp, do Facebook, e a Microsoft. Segundo ele, essas empresas geram a maior parte do tráfego nas redes, mas não pagam pelos custos de infraestrutura.

“Como pode ser que 80 por cento do tráfego seja gerado por OTTs e eles não estejam pagando um centavo pelo uso da infraestrutura ou pelos custos de construção, em troca de todo o valor dos dados de nossos consumidores?”, reclamou o CEO da Deutsche Telekom. Questionou ainda o fato de a Microsoft não ser tratada como uma plataforma de comunicação pelos reguladores, apontando que a empresa de TI estava “evoluindo sua rede e conectando redes de ponta com sua rede de fibra para fornecer conectividade aos clientes”.

Num apelo apaixonado, ele cobrou uma posição mais firme da Europa no chamado dividendo digital. “Se não mudarmos a configuração, a Europa ficará ainda mais para trás. Existem os EUA com um mercado único, há a Ásia e a China que têm regras regulamentares muito claras. Nós, na Europa, temos 27 regulamentos sem regras claras sobre governança de dados, sem regras claras sobre privacidade de dados. A Europa tem que acordar e mudar a configuração de como eles querem conduzir a digitalização. ”

Fonte: Convergência Digital em 30/06/2021

Próximos Eventos