Giro nos Estados

Workshop na capital cearense apresenta novas possibilidades em nanotecnologia

Para aproximar o meio empresarial da nanotecnologia e mostrar de novas possibilidades para ampliar mercados e impulsionar a competitividade das empresas, o MCTI e o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) promoveram o 2º Workshop Nanotecnologias: da ciência ao mundo dos negócios.

O evento foi  realizado na última quarta-feira (21), em Fortaleza (CE), e reuniu pesquisadores, empresas e gestores de instituições de ciência e tecnologia.

Durante a apresentação sobre a Iniciativa Brasileira de Nanotecnologia, o coordenador-geral da área no MCTI, Flávio Pentz,  ressaltou que “o Brasil deu uma grande salto na produção de nanociência e nanotecnologia de qualidade, nos últimos dez anos, mas isso não se traduziu em produção industrial de porte expressivo”.

Plentz acredita que a situação entre a produção científica e a industrial, no campo nanotecnológico, possa ser revertida. “Com certeza, o Brasil vai vencer essa etapa de industrializar a nanotecnologia com sucesso no porte e volume que a gente precisa”, afirmou.

Segundo ele, o principal objetivo do evento é mostrar aos empresários cases de sucesso de empresas que já utilizam instrumentos governamentais que permitem incorporar a nanotecnologia aos seus negócios.

O representante do MCTI ainda ressaltou o valor de programas de inovação tecnológica do ministério, como o SisNANO. O sistema é formado por 50 laboratórios multiusuários direcionados à pesquisa, desenvolvimento e inovação (P,D&I) em nanociências e nanotecnologias, para aplicação nas áreas aeroespacial, agronegócio, defesa, energia, meio ambiente e saúde.

No âmbito internacional, o destaque foi para a  implantação do Centro Brasil-China de Nanotecnologia.  Durante o evento também foi anunciado que o 1º Workshop Brasil-Canadá em Nanotecnologia será realizado nos dias 5 e 6 de dezembro, em São Paulo (SP).

Fonte: Agência Gestão CT&I de Notícias com informações do MCTI

Próximos Eventos