Giro nos Estados

USP terá curso gratuito e meninas podem se tornar cientistas

Meninas que sonham ser cientistas contam agora com o incentivo de um grupo de pesquisadoras e cientistas de São Paulo. É o projeto “Meninas com Ciência-2ª edição SP: de mulheres cientistas para meninas que sonham” que pretende levar meninas entre o 5º e o 9º ano do Ensino Fundamental para a área científica.

“O objetivo é incentivar a inserção de mulheres nas ciências, humanizar a figura de uma cientista, inserir a importância das ciências na formação dessas meninas e também para o desenvolvimento do país. Esperamos que, desde pequenas, elas tenham essa mensagem”, explicou a coordenadora do evento, Camila Negrão Signori, professora doutora da Universidade de São Paulo (USP) e atuante na área de Oceanografia Microbiana.

A ideia surgiu de um grupo de mulheres pesquisadoras e cientistas, todas apaixonadas pelo que fazem e buscam inspirar outras garotas por meio das Ciências. O projeto está em sua segunda edição no Estado de São Paulo.

“O Meninas com Ciências surgiu no Museu Nacional do Rio de Janeiro, voltado para Paleontologia e Geologia. Lá, elas já estão na quarta edição. No ano passado foi realizada a primeira edição na Universidade Federal de São Carlos, e fui uma das palestrantes convidadas. Assim, com amigas pesquisadoras, tivemos a ideia de trazer o projeto para a USP na expectativa de expandir mais os temas científicos e ter uma procura grande dessas meninas”, contou a coordenadora do evento.

Curso terá início em outubro

O curso é gratuito e começa dia 27 de outubro. Serão apresentados conteúdos teóricos e práticos lecionados por diferentes professoras e pesquisadoras com os temas oceanografia, astronomia, neurociência, engenharia elétrica, farmacologia, educação, paleontologia, astrobiologia, microbiologia e zoologia. Serão cinco sábados de palestras e atividades práticas em laboratórios do Instituto Oceanográfico (IO-USP), das 9h às 17h.

“Participarão professoras e especialistas de diferentes áreas das ciências. O curso terá uma parte teórica numa linguagem mais acessível a essas meninas e também haverá a parte prática. Nós temos [na USP] uma infraestrutura de laboratórios e de espaço onde essa parte prática pode ser desenvolvida e mostrada para as meninas”, detalhou Camila.

As inscrições podem ser feitas a partir do dia 10 de setembro até o dia 10 de outubro no site. O curso é aberto a garotas que estejam matriculadas entre o 5º e 9º ano do ensino fundamental, em escolas da rede pública ou particular do estado de São Paulo.  De acordo com as organizadoras, as 50 vagas oferecidas serão divididas entre participantes da rede pública e particular e a seleção será por meio de sorteio.

Fonte: EBC

Próximos Eventos