+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Unifap oferece curso gratuito de informática no Amapá

A Universidade Federal do Amapá (Unifap) abre inscrições para o projeto PRÓ-ESTUDANTE INCLUSÃO DIGITAL – UNIFAP DIGITAL, que consiste na realização de cursos gratuitos de informática básica para acadêmicos da instituição e pessoas da comunidade em geral, que estejam em situação de hipossuficiência financeira. As inscrições seguem até a próxima sexta-feira, . São ofertadas 72 vagas.

As inscrições serão realizadas das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na sala da coordenação do projeto, localizada no Centro de Vivência (CV) – Sala 03, campus Marco Zero do Equador (Rod. Juscelino Kubitschek, Km 02, Jardim Marco Zero, Macapá).

Para se inscrever, o candidato deverá ter a partir de 18 anos de idade e concluído o ensino fundamental. Caso seja acadêmico, estar matriculado e cursando regularmente um dos cursos de graduação da Unifap e comprovar hipossuficiência financeira. Caso não seja acadêmico da universidade, deve também comprovar hipossuficiência econômica. Além disso, no ato da inscrição, o candidato precisa apresentar a documentação solicitada no edital.

Serão três turmas, uma em cada turno (manhã, tarde e noite), com aulas de março a julho deste ano, três vezes na semana (3h/dia), totalizando uma carga horária de 150 horas. O resultado final será divulgado na provável data de 25 de fevereiro de 2016.

Mais informações no edital, disponível no link http://www.unifap.br/public/index/view/id/7077.

Unifap Digital – o projeto Unifap Digital tem como objetivo incentivar a inclusão digital de estudantes da instituição e comunidade em geral por meio da realização de cursos gratuitos de formação livre em informática básica, procurando garantir o pleno acesso à tecnologia e ao conhecimento da informática e a qualificação para o mercado de trabalho.

Segundo Rafael Pontes Lima, pró-reitor de Extensão e Ações Comunitárias, a ideia do projeto surgiu na sua prática de docência. “Fui percebendo que muitos dos meus alunos não sabiam mexer nos programas básicos do computador e na internet. Não conseguiam usar as ferramentas digitais para fazer um trabalho acadêmico, por exemplo. O projeto foi expandido, depois, para a comunidade”, explica.

O projeto existe desde 2010. Mais de mil pessoas já passaram pelo curso, que fornece certificado ao aluno ao final das aulas.

Exclusão Digital – Um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) levantou que, até maio de 2014, o Brasil tinha 136 milhões de computadores em uso, somando PCs, notebooks e tablets. Em contrapartida, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) demonstram que apenas 2,5% dos lares da classe E possuem computador e conexão com a internet e que 38% dos internautas ganham até um salário mínimo. O mesmo estudo da FGV revela ainda que de cada 100 brasileiros, 65 desconhecem a internet.

“Nós vivemos em um mundo onde temos contato o tempo todo com a tecnologia, desde o momento de ligar um micro-ondas a navegar na internet. Existe uma relação social e cultural que traz a necessidade de se ter um mínimo conhecimento tecnológico, principalmente de forma sistematizada, que sirva também para o mercado de trabalho, por exemplo. E o Unifap Digital proporciona a produção de conhecimento tecnológico sistematizado”, explica Rafael.

O Unifap Digital é uma ação da Pró-reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (Proeac), por meio do seu Departamento de Ações Comunitárias e Estudantis, com o apoio do Governo Federal.

Serviço:

PRÓ-ESTUDANTE INCLUSÃO DIGITAL. Inscrições de 11 a 19 de fevereiro de 2016, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na sala da coordenação do projeto, localizada no Centro de Vivência (CV) – Sala 03, campus Marco Zero do Equador (Rod. Juscelino Kubitschek, Km 02, Jardim Marco Zero, Macapá). Mais informações no site da Unifap no link http://www.unifap.br/public/index/view/id/7077 e no site do Unifap Digital (http://www2.unifap.br/unifapdigital/).

Confira o edital e o formulário de inscrição aqui.

Fonte: Unifap

Próximos Eventos