+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

UFC assina contrato para elaboração do Plano Estratégico Ceará 2050

Em solenidade no Centro de Eventos do Ceará, na manhã desta segunda-feira (2), o reitor da Universidade Federal do Ceará, Prof. Henry Campos, assinou com o governador do Estado, Camilo Santana, contrato para realização do Plano Estratégico de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050.

Com a parceria da UFC e ouvindo a sociedade, o Governo pretende pensar e elaborar estratégias para acelerar o desenvolvimento do Estado nos próximos 30 anos, atendendo de forma mais eficiente às demandas da população nos vários aspectos, como saúde, educação, segurança pública, abastecimento de água, emprego e renda.

Pelo Governo do Estado, o plano estratégico será coordenado pelo secretário do Planejamento e Gestão, Maia Júnior; da parte da UFC, o coordenador será o Prof. José de Paula Barros Neto, diretor da Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento à Pesquisa (Astef). As equipes envolvidas no Plano irão trabalhar durante 15 meses com vistas a um modelo de desenvolvimento calcado na “gestão pública eficiente, sustentabilidade ambiental, combate à pobreza e no compromisso com a economia do conhecimento”, conforme o Plano.

Veja outras imagens do lançamento do Ceará 2050 no Flickr da UFC

O governador Camilo Santana fez uma conclamação à sociedade. “Nós estamos apenas no papel de coordenar, de aglutinar, de conclamar, de convidar a todos. Ele, o Plano, é aberto. Todos têm o direito de participar. Todos terão direito de opinar, de reclamar, de sugerir  para que a gente possa, dessa pactuação, construir a diretriz que o Ceará precisa e que o Ceará merece”, afirmou.

Para o reitor Henry Campos, a UFC se credenciou, por vários fatores, para liderar esse trabalho de pensar o futuro do Estado, em parceria com o Governo. “Como mãe de todas as universidades do Estado, a UFC detém o poder de aglutinar as outras, e fazemos isso com muita humildade, mas também embasados no fato de que realizamos mais de 90% das pesquisas do Estado”, disse.

“É uma história muito longa de conquistas e de produtos em que a UFC teve uma participação decisiva”, acrescentou o reitor. Como um dos exemplos, citou o trabalho da Universidade para que o Porto do Pecém se tornasse realidade.

Em seu discurso, o reitor enfatizou que a UFC, com a Fundação Astef, e demais universidades cearenses, além do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), se envolverão de “corpo e alma” nesse Plano.

“O propósito é chegarmos lá com uma sociedade menos desigual, uma economia competitiva, e o meio ambiente preservado. A aposta é de que teremos, em nosso Estado, uma gestão pública mais eficaz, eficiente e efetiva. E de que exibiremos melhores indicadores sociais, ampliaremos a competitividade da economia cearense, reduziremos a concentração territorial da riqueza e fortaleceremos a sustentabilidade ambiental”.

MÃOS À OBRA – Como coordenador do Plano, pela UFC, o Prof. Barros Neto reforça a intenção da equipe de realizar um trabalho participativo com a sociedade. De início, a equipe de organização – da qual fazem parte professores, ex-professores e docentes aposentados – vai traçar o processo metodológico do Plano. Os dois primeiros meses de trabalho serão de levantamento de dados estatísticos sobre o Ceará, busca de informações de experiências bem-sucedidas no Brasil e fora do País.

Com dados em mãos, o grupo irá fazer tanto uma análise quantitativa, como uma discussão qualitativa sobre os diversos assuntos. A partir daí acontecerão muitas discussões com a sociedade civil. “Teremos discussões técnicas – porque tem assuntos bastante técnicos que a gente precisa discutir – e teremos também uma participação da população”, reitera.

Segundo o Prof. Barros Neto, já existe um cronograma macro que irá sendo adaptado. A população poderá participar do processo de diversas maneiras. Ele informou que as formas de participação social estão sendo conversadas com a equipe de Comunicação do Governo do Estado. Mas já estão previstas participações presenciais públicas em plenárias e encontro menores e também virtuais. “Estamos construindo isso aí e estamos abertos a sugestões”, finalizou.

A solenidade foi aberta com palestra do professor André Bello, autor do livro Acredite! – Design Thinking para jovens de todas as idades. Ele falou sobre os processos de mudança ocorridos na humanidade e como a revolução digital acelerou em níveis vertiginosos as transformações mundiais. A palestra serviu para motivar o público a pensar sobre como queremos ver o Estado em 2050. A solenidade reuniu secretários de Governo, prefeitos, parlamentares, representantes de universidades e entidades de diversas áreas, além de  movimentos sociais.

Fonte: UFC

Próximos Eventos