+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Ufac realiza 1ª Reunião de Avaliação da Estratégia

A Universidade Federal do Acre (Ufac) realizou, na tarde dessa quinta-feira, 26, na sala ambiente do Núcleo de Interiorização e Ensino a Distância (Niead), a 1ª Reunião de Avaliação da Estratégia (RAE) com o objetivo de avaliar as táticas presentes no Planejamento Estratégico 2014-2023. A avaliação deu-se por meio de um estudo dirigido do documento onde constam indicadores, metas e objetivos da instituição para o período.

A reunião contou com a presença do reitor da Ufac, Minoru Kinpara, da vice-reitora, Guida Aquino, dos representantes das sete pró-reitorias, do assessor da Reitoria, além dos gestores do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), Niead, Núcleo de Apoio à Inclusão (NAI), Assessoria de Comunicação (Ascom) e Prefeitura do Campus (Prefcam).

O estudo dirigido foi conduzido pelo pró-reitor de Planejamento, Alexandre Hid, que discutiu, juntamente com cada um dos presentes, detalhes do documento final do planejamento estratégico da Ufac na versão impressa. A expectativa é que, a partir de agora, a gestão possa mensurar o desempenho dos indicadores, metas e objetivos, bem como acompanhar o status das ações e dos 13 projetos estratégicos da instituição.

“Essas reuniões serão constantes e devem acontecer a cada três meses. Elas fazem parte da gestão estratégica e se traduzem como uma forma de monitoramento e avaliação da gestão”, explicou Hid. “Teremos condições de medir os avanços em relação ao planejamento de modo a ter condições de reformular, se necessário, os temas, objetivos, metas e indicadores definidos.”

A RAE representa a forma mais clara de uso da metodologia Balanced Scorecard e tem como missão acompanhar a implementação da estratégia por meio do monitoramento dos indicadores, das metas e das iniciativas estratégicas constantes do Planejamento Estratégico da instituição. Entre os objetivos, estão: introduzir a instituição ao aprendizado contínuo, tomar decisões estratégicas, definir responsabilidades e consolidar o aprendizado estratégico. A ideia é que essas reuniões se diferenciem das demais reuniões que tratam de problemas de curto prazo e monitoram o aprimoramento dos principais processos operacionais.  “O propósito é analisar a estratégia para o alcance dos resultados”, frisou Hid.

Para o reitor, a realização da RAE é importante para que a universidade siga em constante desenvolvimento rumo a sua visão de futuro, que é ser referência internacional na produção, articulação e socialização dos saberes amazônicos. “Apenas 10% das instituições que têm seus planejamentos estratégicos conseguem materializá-lo. Nosso grande desafio é colocar a Ufac nesse patamar dos 10%. Essa reunião tem esse cunho. Queremos deixar esta grande contribuição: a de ter montado e materializado a estratégia da Ufac”, destacou Kinpara.

Ao final da reunião foi apresentada a nova ferramenta que auxiliará os gestores nessa etapa de monitoramento e avaliação dos projetos estratégicos. Desenvolvido pelo coordenador de modernização da Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan), Marcos Thomaz da Silva, o Sistema de Gestão de Projetos (Sigpro) auxiliará na formalização do fluxo de trabalho e no panorama de conhecimento holístico dentro da instituição.

Planejamento Estratégico

Lançado em junho do ano passado, o documento contempla um conjunto de ações projetado para os próximos dez anos, mas sendo estendido por mais dez. São 19 objetivos, 31 metas e 13 projetos estratégicos que priorizam a melhoria da qualidade acadêmica. Confira os 13 projetos estratégicos da Ufac:

Ufac 20

O Projeto Estratégico Ufac 20 tem a finalidade de pensar as necessidades da instituição em termos de cursos, pesquisa, pessoal e respectiva infraestrutura física para as próximas duas décadas. Assim, a implantação de novos cursos de graduação e pós-graduação em mestrado e doutorado e de novos “campi”, o desenvolvimento de projetos como o Hospital Universitário, o Parque Tecnológico, o Centro de Excelência em Energia do Acre e o apoio às empresas nascentes de base tecnológica (Startups), entre outros, deverão ser concretizados nos próximos anos.

Complexo Multiusuário de Pesquisa (Compe)

O Complexo Multiusuário de Pesquisa (Compe) contribuirá para a continuidade do plano de desenvolvimento da infraestrutura da pesquisa institucional e estadual, fortemente atrelada à pós-graduação e à comunidade científica e industrial, cuja rede de laboratórios tem dado suporte aos projetos de pesquisas de alunos de mestrados, doutorados e de docentes dos programas de pós-graduação. Além disso, a ampliação desta infraestrutura promoverá o fortalecimento de grupos de pesquisa emergentes da Ufac, aumentando a capacidade instalada para a criação de novos programas de pós-graduação estratégicos para o país e para a região, levando sempre em conta a necessidade de expansão geográfica da capacidade em pesquisa e da oferta de cursos de pós-graduação.

Laboratório de Tecnologia Assistiva

O Laboratório de Tecnologia Assistiva se configura como fundamental para o atendimento dos acadêmicos matriculados na Ufac, auxiliando-os a superar as dificuldades oriundas ou não da deficiência e colaborando para a construção de uma universidade efetivamente inclusiva.

Ambiente de Alta Disponibilidade

Será realizada a aquisição de equipamentos, serviços e gestão de tecnologia da informação, como a implementação da política de segurança e contingência para garantir um ambiente de alta disponibilidade, como: estruturação de redes e fibras óticas; aquisição de switch; implantação de sala cofre; replicação de data center; aquisição de gerador e baterias; virtualização; recuperação de desastres; manual de política de segurança.

Tecnologias Educacionais

O projeto de Tecnologias Educacionais visa ampliar a capacidade da Ufac em oferecer a toda comunidade acadêmica e demais partes interessadas recursos e formação para utilização das tecnologias educacionais em todas as modalidades de ensino e também para atividades de ensino e extensão.

Gestão por Competências

O Projeto Estratégico de Gestão por Competências visa adequar o quadro funcional da Ufac por desempenho e competência visando atingir as metas das atividades meio e fim da instituição.

‘Ufac no Ar’

O projeto “Ufac no Ar” apresenta-se como uma ferramenta importante para definir os públicos de interesses da Ufac e direcionar os processos de comunicação de acordo com as necessidades de cada grupo específico. O “Ufac no Ar” apresenta, nesse sentido, medidas trabalhadas estrategicamente para conseguir atingir suas metas e definir claramente seus públicos de interesse e de ação.

Ufac na Comunidade

O projeto Ufac na Comunidade visa aproximar os saberes produzidos pela Ufac com a comunidade externa para não apenas disponibilizar a produção intelectual acadêmica, mas também criar mecanismos para avaliar produções e, com isso, poder melhorá-las.

Escritório de Projetos e Processos

O Escritório de Projetos e Processos tem a finalidade de tornar os procedimentos de gestão mais ágeis, menos onerosos, com vistas a atender toda a comunidade universitária de maneira mais efetiva.

Observatório Discente

A criação do Observatório Discente no âmbito da Ufac decorre da necessidade da implementação de um programa de identificação do perfil e acompanhamento dos estudantes de graduação e egressos. De posse desse perfil, torna-se possível propor uma política de assistência estudantil efetiva que atenda às necessidades de ensino, pesquisa e extensão dos estudantes e contribua com a diminuição dos índices de evasão e retenção. Da mesma forma, monitorar a atuação desses estudantes após o término da graduação.

Plano de Gestão de Logística Sustentável

O projeto será executado para que a Ufac contribua com o desenvolvimento social fundamentado em um meio ambiente ecologicamente equilibrado, cooperando para adoção de práticas de sustentabilidade e de usos racionais de recursos ambientais. Ao final, o objetivo do projeto é entregar o Plano de Gestão de Logística Sustentável da Ufac.

Revitalização de instalações e dos ‘campi’

Revitalizar as edificações e a infraestrutura dos campi mantendo as instalações adequadas para atender a comunidade universitária.

Escola de formação para a docência no ensino superior

Potencializar as competências docentes, objetivando minimizar os fatores pedagógicos que ocasionam evasão e retenção.

Fonte: UFAC

 

Próximos Eventos