Giro nos Estados

Uenf é a 18º univesidade do país em ensino, diz pesquisa

A Universidade Estadual do norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf) é a 18ª universidade do país no quesito Ensino e a 23ª na área de Pesquisa, de acordo com o Ranking Universitário Folha 2013, elaborado pelo Jornal Folha de São Paulo. Ocupando ainda o 30º lugar em Internacionalização, o 33º em Inovação e o 155º em Mercado, no cômputo geral a UENF ocupa o 36º lugar dentre as 192 instituições avaliadas pelo ranking. Em 2012, a UENF havia ficado em 41º lugar na mesma avaliação.

O ranking referente ao Ensino levou em conta uma pesquisa feita pelo Datafolha com 464 professores universitários cadastrados pelo Inep-MEC que fazem regularmente a avaliação dos cursos de graduação. Considerou ainda a porcentagem de professores da universidade com doutorado, o número de professores com dedicação integral e a nota obtida no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

O ranking de Pesquisa avaliou o total de publicações em 2009 e 2010 nos periódicos indexados na base Web of Science; o total de citações recebidas em 2011 em trabalhos científicos publicados em 2009 e 2010; a quantidade de citações feitas em 2011 em cada artigo científico publicado em 2009 e 2010; a quantidade de artigos científicos publicados em 2009 e 2010 por cada pesquisador da universidade; a quantidade de citações recebidas em 2011 para cada docente da universidade; a quantidade de artigos científicos publicados nas revistas científicas brasileiras da base SciELo e o total de recursos financeiros captados em agências estaduais e federais de fomento à ciência.

Já o ranking de Inovação tomou por base o número de pedidos de patentes da universidade no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) de 2002 a 2011, enquanto o ranking de Internacionalização considerou a quantidade de publicações internacionais que citam trabalhos da universidade em relação ao número de docentes da mesma instituição; a porcentagem de publicações feitas em parceria com pesquisadores estrangeiros em relação ao total de publicações da instituição; bem como a quantidade de docentes estrangeiros em relação ao corpo docente total.

O indicador mercado de trabalho levou em conta a Pesquisa Datafolha feita com 1.681 responsáveis pela área de recursos humanos de empresas de todo o país nas 30 carreiras analisadas pelo RUF.

— Considero aceitável que tenhamos ficado em 155º neste quesito. A principal característica da UENF é a qualidade, e não a quantidade de egressos que estão no mercado de trabalho. É natural que instituições que possuem 20 mil alunos e que formam 1 mil profissionais/ano tenham um destaque numérico maior que a UENF. Se não fosse essa média, estaríamos ainda melhores no ranking e isso é motivo de comemoração — avalia a pró-reitora de Graduação, Ana Beatriz Garcia .

Fonte: SECT-RJ

Próximos Eventos