+55 (61) 9 7400-2446

Giro nos Estados

Troca-troca no GDF. Thiago Jarjour deve assumir Ciência e Tecnologia

Ele vai assumir a vaga de Tiago Araujo Coelho de Souza, atual adjunto da Secti. Tiago é também presidente do PSB local e deve se manter no Executivo como presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF). Ambos ficam sob o comando de Valdir Oliveira, chefe da Secretaria de Economia, Desenvolvimento, Inovação, Ciência e Tecnologia (Sedict).

A movimentação ocorre para alocar integrantes do PROS e aumentar o apoio ao governador. Com a saída de Jarjour, as portas da secretaria adjunta do Trabalho ficam abertas para que o deputado federal Ronaldo Fonseca (PROS) indique um nome ao cargo. Assim, Rollemberg mantém o aliado e ainda ganha apoio de parte da Igreja Evangélica na corrida à reeleição ao Buriti em 2018.

Nesta terça-feira (28/11), o Diário Oficial do DF (DODF) trouxe 54 exonerações e nomeações em diversas secretarias e administrações. Vinte e quatro delas são justamente da Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh). Neste caso, o governador mantém a promessa de retirar da atual gestão os funcionários vinculados ao PDT e ao presidente da Câmara Legislativa do DF, Joe Valle (PDT). A maior parte das reposições publicadas no DODF são de apadrinhados do líder do governo na Câmara, Agaciel Maia (PR).

Secretaria adjunta de Ciência e Tecnologia
Atual secretário adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour deixou recentemente o PDT para se manter no governo de Rodrigo Rollemberg. Em 10 de outubro, quando a legenda decidiu desembarcar da base aliada, o chefe do Executivo anunciou que demitiria todas as pessoas vinculadas à agremiação. Porém, convidou Jarjour para permanecer sob o seu comando.

Com a necessidade de apoio para 2018, Rollemberg decidiu mudar as peças no tabuleiro. Escolheu Jarjour para chefiar a Secti pela proximidade do secretário adjunto com o tema. Jarjour foi o responsável por negociar a chegada da primeira Campus Party de Brasília, em 2017.

À frente dos trabalhos do maior festival de inovação e tecnologia do mundo, levou para o Centro de Convenções Ulysses Guimarães cerca de 65 mil pessoas. A Campus Party 2018 está confirmada e deve ficar sob a gestão da Secretaria de Ciência e Tecnologia.

Fonte: Metrópoles

Próximos Eventos